Conteúdo principal

DECLARAÇÃO ANUAL DO MEI

Todos os anos, os microempreendedores individuais precisam comprovar a situação financeira da empresa por meio da Declaração Anual do Simples Nacional. Em 2024, o prazo para fazer a entrega do documento referente ao ano de 2023 vai até o dia 31 de maio. 

A Declaração Anual do MEI é obrigatória e atesta que o negócio continua regularizado, o que garante uma série de benefícios, como auxílio-doença, salário-maternidade e direito à aposentadoria.

O QUE É A DASN-SIMEI?

A Declaração Anual do Simples Nacional Simplificada para o Microempreendedor Individual (DASN-SIMEI) nada mais é que o relatório financeiro anual do MEI. O documento serve como comprovante do faturamento do negócio, excluindo os gastos e as despesas. 

Independentemente se o MEI atua como prestador de serviço ou como vendedor de produtos (de forma on-line ou presencialmente), é indispensável comprovar que o faturamento não ultrapassou o limite de 81 mil reais no ano anterior – esse é o valor máximo permitido para quem se enquadra na categoria. 

Wesley Santiago, especialista em tributos e impostos da Macro Contabilidade e Consultoria, explica que “mesmo que o empreendedor não tenha obtido faturamento no ano anterior, é necessário entregar a declaração. É importante cumprir com essa obrigação informando os valores zerados para manter a regularidade do MEI e evitar possíveis penalidades”.

Como declarar?

A Declaração Anual do MEI é relativamente simples de ser preenchida e transmitida à Receita Federal. 

  • Acesse o Portal do Empreendedor e escolha a opção “Enviar Declaração”.
    Na página seguinte, preencha com o CNPJ e confirme. Em seguida, escolha
    o ano-calendário (ano anterior).

  • Preencha o “Valor da Receita Bruta Total” com todos os valores faturados através da prestação de serviços, comércio ou indústria e informe se teve algum funcionário registrado no ano-calendário, clicando em “sim” ou “não”.

  • Confirme e finalize a sua Declaração Anual do MEI.

 

IMPORTANTE:

Caso esqueça ou erre alguma informação, é possível (e importante) fazer a retificação para evitar problemas. O processo também é feito no Portal do Empreendedor e o MEI deve escolher a opção “Declaração Retificadora”. 

O especialista alerta que o empreendedor que não declarar corretamente o faturamento do ano anterior fica sujeito a uma série de sanções. 

“A ausência da DASN-SIMEI pode implicar a suspensão do CNPJ, desenquadramento do regime especial do Simples Nacional, bem como a perda de benefícios. Por isso, é crucial cumprir essa obrigação para evitar problemas com a Receita Federal e manter a regularidade do negócio”, explica.

A Declaração isenta o empreendedor de declarar o Imposto de Renda Pessoa 

Física (IRPF)?

Não. A DASN-SIMEI é uma declaração da atividade empresarial do microempreendedor. Isso significa que o lucro obtido na empresa deve ser informado na declaração do Imposto de Renda Pessoa Física desse mesmo empreendedor. 

Porém, vale ressaltar que nem todos os empreendedores precisam declarar o IRPF, apenas aqueles que ultrapassarem o limite de isenção, que neste ano é de até dois salários mínimos mensais, o equivalente a R$ 2.824,00.

E se o MEI ultrapassar o faturamento máximo de 81 mil reais no ano-calendário?

Para se enquadrar como MEI, o negócio precisa se manter, obrigatoriamente, dentro do faturamento previsto pela Receita Federal, que é de até R$ 6.750,00 mensais (na média), ou total de R$ 81 mil no ano. 

Mas o que acontece se esse valor for ultrapassado? 

O MEI é excluído da categoria e deve solicitar o desenquadramento junto à Receita. No entanto, existem duas situações diferentes:

Até 20% acima: Se o faturamento anual superar R$ 81 mil, mas não ultrapassar R$ 97.200,00 (20% acima do permitido), o empreendedor deve continuar recolhendo o DAS-MEI até dezembro do ano em exercício e pagar um adicional, o DAS complementar, referente ao excedente. 

A partir de janeiro do ano subsequente, passará a ser microempresa e pagará o DAS de acordo com o faturamento mensal.

A partir de 20% acima: Caso ultrapasse os 20% acima do faturamento, o desenquadramento é retroativo. Assim, o MEI deve informar imediatamente a nova condição à Receita Federal e pagar os impostos correspondentes desde janeiro do ano seguinte à ultrapassagem, ou seja, do ano corrente.   

"Para se enquadrar como MEI, o negócio precisa obrigatoriamente manter-se dentro do faturamento previsto pela Receita Federal, que é de até R$ 6.750,00 mensais, em média" - Wesley Santiago, especialista em tributos e impostos da Macro Contabilidade e Consultoria

 

SUÍÇA - MESA PARA ESQUENTAR

Na Suíça, país famoso pelos relógios de luxo e pelo frio, a culinária se distingue pela tradição dos pratos que aquecem
Leia mais +

Conheça a linha Bauducco® Pão Fermentação Natural

Mais leveza, maciez e sabor ao seu pão de todo dia, oferecidos por quem entende de fermentação há 70 anos.
Leia mais +

Sabonete Protex Aveia + Prebiótico: descubra o jeito mais eficaz de cuidar da sua pele

Conheça o sabonete Protex que oferece proteção prolongada de até 12h
Leia mais +

Hersheys Coffee Creations: chocolate para os amantes de café!

Precisa de uma pausa na rotina? Então tá na hora de conhecer o Hershey’s Coffee Creations!
Leia mais +

Mistura Láctea Mococa: receitas para deixar seu arraiá mais saboroso

Aprenda novas receitas para o seu Arraiá com a incrível Mistura Láctea Mococa.
Leia mais +

Elma Chips® Amendoins crocantes: gostoso como São João!

Descubra por que o São João fica mais gostoso com a crocância de Elma Chips® Amendoins.
Leia mais +

Benefícios de usar as toalhas umedecidas Baby Premium da Select Wipes

Seu bebê com o cuidado que ele merece: máximo conforto, maciez e hidratação com essa linha especial
Leia mais +

Limpeza dental eficiente e confortável é com KESS!

Descubra mais sobre a Linha Pro de cuidados com a saúde bucal e todos os seus benefícios
Leia mais +

Participe da promoção “Vire o Jogo com Nescau” e concorra a prêmios imperdíveis

Fique por dentro da promoção de Nescau, que oferece dois prêmios de R$ 100 mil!
Leia mais +

EXPANSÃO MARCA OS 50 ANOS DO ASSAÍ

A história do Assaí começou em 1974 com apenas uma loja; hoje, são mais de 280 unidades, 80 mil colaboradores e 35 milhões de clientes atend
Leia mais +

KATUXA SUPERMERCADO, PADARIA E… RESTAURANTE!

O negócio familiar localizado em Barbosa Ferraz (PR), que foi destaque na primeira edição da revista Assaí Bons Negócios, não para de cresce
Leia mais +

USO DE NOTEBOOKS EM ESPAÇO DE ALIMENTAÇÃO – PODE OU NÃO?

Estabelecimentos destinados à alimentação podem proibir o uso de notebooks e equipamentos similares? Saiba o que diz a lei
Leia mais +

PLAYGROUND: LUCRO CERTO

Depois de criar um espaço kids fechado, climatizado e monitorado por pessoas treinadas, pizzaria de Cuiabá (MT) aumentou o faturamento em 30
Leia mais +

GELEIAS ARTESANAIS = SUSTENTABILIDADE + (RE)CONHECIMENTO

A empreendedora paraense Eliza, proprietária da Geleias e Cia, conta como o Prêmio Academia Assaí alavancou seus planos pessoais e profissio
Leia mais +

ESTÁ ABERTA A TEMPORADA DE FESTAS JUNINAS!

Sazonalidade, regionalidade e criatividade são os ingredientes perfeitos para quem quer aproveitar esta época do ano para lucrar
Leia mais +

DELÍCIAS JUNINAS BRASIL AFORA

Do tacacá ao pinhão, a identidade de cada região do país se reflete na culinária presente nas tradicionais festas realizadas nesta época do
Leia mais +

COMO USAR O LINKTREE?

Ferramenta permite adicionar vários links em apenas um para usar nas redes sociais da empresa, facilitando o contato com a clientela
Leia mais +

CURSO PADARIAS E CONFEITARIAS É OPORTUNIDADE PARA EMPREENDER

Empreendedores têm a oportunidade de aprender sobre temas relevantes no curso gratuito oferecido pela Academia Assaí
Leia mais +

BOLO ALAGADO É SUCESSO GARANTIDO EM FESTAS E EVENTOS

Receita que viralizou na internet faz sucesso em eventos, como festas de aniversário, e pode ser mais uma fonte de renda para confeiteiros
Leia mais +

O QUE FAZER COM CADA RESÍDUO?

Separar os resíduos para dar a destinação adequada a cada tipo é uma atitude simples que pode (e deve) ser adotada no dia a dia
Leia mais +

25 MIL HAMBÚRGUERES POR DIA: NÚMEROS APONTAM HAMBURGUERIA COMO UM BOM NEGÓCIO

Com o alto número de apreciadores espalhados pelo país, abrir uma hamburgueria pode ser uma boa opção para ganhar dinheiro
Leia mais +

Fornecedores do Assaí.

Empresas e indústrias de confiança com produtos de qualidade!