Conteúdo principal

dicas de negócios

Compartilhe

Dicas para aumentar as vendas por encomenda no Natal

Encontre soluções para vender mais no final de ano no seu negócio de alimentos

Com a chegada do Natal e das festas de final de ano, os clientes procuram opções diferentes para comemorar e presentear seus entes queridos, por isso, vamos dar dicas especiais para você aumentar as suas vendas por encomenda nesse período!

Se você trabalha com alimentos ou está pensando em fazer uma renda extra para começar um negócio novo, saiba que o Natal e o Ano Novo são uma ótima oportunidade para quem empreende.

Existe uma grande variedade de produtos e de alimentos tradicionais dessa época que podem impulsionar as suas vendas – basta inovar no seu comércio e implementar um cardápio com opções para todos os gostos. 

Confira a seguir algumas sugestões para quem vende por encomendas!

 

INOVE NO CARDÁPIO DE DOCES

Se você já trabalha com venda de doces, confeitaria e doces artesanais, que tal incrementar o menu do seu negócio com produtos de Natal, como panetones, chocotones, brownies, torrones, etc.?

Existem muitas receitas de fermentação natural, trufadas e recheadas que fazem o maior sucesso nessa época – e você pode pegar carona nessa tendência para destacar o seu negócio na sua região ou nas vendas online!

 

CARNES E AVES ASSADAS SOB ENCOMENDA

Muitos clientes preferem se organizar para contratar empresas que ofereçam alimentos prontos para a ceia, de forma que a busca por carnes e aves natalinas cresce muito nesse período.

Se você trabalha com assados e carnes em geral, essa pode ser uma ideia e tanto para o seu negócio. Além das carnes, você pode oferecer acompanhamentos e fazer um combo com farofas, saladas, maionese caseira, legumes assados, entre outros.

 

KIT DE CEIA

Ainda nessa ideia de alimentos prontos, existe também a estratégia de vender um kit de ceia completo, com entradas, prato principal, acompanhamentos e até sobremesas e bebidas.

Trata-se de um serviço mais premium, que depende de um cardápio formulado especialmente para as ceias de Natal e Ano Novo, a ser entregue na casa do cliente ou retirado no local do seu comércio. Já pensou em adaptar essa ideia ao seu negócio?

 

BISCOITOS NATALINOS

Os biscoitos natalinos (amanteigados, açucarados, pães de mel e biscoitos de gengibre) são uma tradição já conhecida do Natal e também são ótimas opções de presente. Por isso, você pode caprichar na decoração e nas embalagens para surpreender os seus clientes com uma caixinha personalizada. Eles vão amar a novidade!

 

EMBALAGENS TEMÁTICAS

Falando em embalagens… nada melhor do que receber um pedido em casa com uma embalagem supercaprichada para celebrar o Natal e as festas de final de ano. Nesse caso, nossa dica é que você invista em embalagens de acordo com o tema e que valorizem o seu produto na hora de vender.

Caixas, cestas natalinas e sacolas decoradas são algumas opções que podem compor uma entrega bacana. Verifique a variedade aí na sua região e invista em um acabamento especial com novas embalagens personalizadas.

 

CARTÃO COMEMORATIVO

Ah, um mimo especial para quem for encomendar os seus produtos... que tal um cartão personalizado para surpreender os clientes na hora da venda?

Basta deixar uma mensagem simples desejando boas festas e anexar o cartão comemorativo na embalagem, finalizando, assim, o pedido e deixando uma ótima impressão a respeito do seu negócio!

 

Que tal essas dicas? O final de ano é um período agitado do comércio que pode trazer bons frutos e ainda mais vendas para o seu empreendimento de alimentos. E você já sabe que pode contar com o Assaí Atacadista para garantir a melhor economia no dia a dia e fazer o melhor negócio sempre. 

Esperamos que venham muitos pedidos por aí! Bom trabalho e ótimas vendas!

Você também pode
gostar de:

Compartilhe

Organize o seu negócio para as confraternizações de final de ano

Veja como se organizar para atender os clientes neste final de ano

Muitas empresas e consumidores procuram estabelecimentos comerciais do setor de alimentos para reunir seus colaboradores, amigos ou familiares nas confraternizações de final de ano. E essa é uma ótima oportunidade para fortalecer os lucros no seu negócio e atender a essa demanda especial.

É importante se organizar e preparar o seu ponto de vendas para oferecer o melhor atendimento e um serviço de qualidade, com agilidade, eficiência e diferencial competitivo para se destacar entre os demais.

Confira algumas dicas práticas de como se antecipar aos eventos comemorativos e manter o seu negócio em alta!

 

FOQUE A QUALIDADE

O primeiro passo para garantir a satisfação dos clientes é manter o padrão de qualidade em qualquer circunstância. Feche com bons fornecedores, utilize produtos e ingredientes selecionados e dê a atenção que o seu consumidor merece, caprichando no atendimento e na entrega dos pedidos.

 

CONSTRUA O MELHOR AMBIENTE

Tenha um espaço adequado e bem montado para atender grupos maiores de pessoas, com o devido distanciamento entre as mesas e todas as condições de higiene possíveis.

Além disso, certifique-se de que o seu comércio consiga atender a todos os pedidos em tempo hábil e com a mesma qualidade, pensando no crescimento da demanda e na agilidade necessária. Prepare a equipe ou quem ajuda você no dia a dia para que o atendimento seja o mais eficaz possível!

 

ESTABELEÇA HORÁRIOS DIFERENCIADOS

Para que o seu negócio seja escolhido para eventos, confraternizações de empresas e jantares ou almoços de final de ano, será preciso adaptar os horários de atendimento ou flexibilizar a escala de funcionários.

Principalmente na semana de Natal e Ano Novo, talvez seja necessário estender um pouco mais o fechamento ou abrir a loja/comércio mais cedo para atender o maior número de clientes.

 

ADAPTE O CARDÁPIO

Que tal um cardápio mais enxuto para atender a pedidos maiores ou também trazer novidades para que os clientes peçam algo especial nesse período?

Adaptar o menu é um exercício muitas vezes constante, que pode ajudar a aumentar as vendas no seu negócio e gerar um interesse maior ou de quem já é cliente ou de quem está conhecendo o seu restaurante, bar, lanchonete – ou qualquer que seja o tipo de estabelecimento – pela primeira vez.

 

TRABALHE COM PREÇOS ESPECIAIS

É importante pensar em ofertas especiais e preços exclusivos para eventos ou por grupo de pessoas. Estabeleça, ainda, um valor diferenciado em dias de alta demanda ou em alguns horários, como no happy hour ou na abertura do seu negócio.

 

DIVULGUE SUA PROGRAMAÇÃO DE FINAL DE ANO

Esse é o momento de divulgar todas as novidades do seu comércio e atrair os clientes para o seu ponto de venda!

Faça uma comunicação tanto online quanto no dia a dia dentro do seu estabelecimento, com cartazes e avisos nos corredores e no cardápio para que os consumidores saibam toda a programação para as festas de final de ano.

 

Assim, você consegue deixar tudo organizado para fechar mais pedidos e preparar o seu negócio com tudo o que precisa para lucrar ainda mais com as festas de Natal e Ano Novo.

 

E então, está otimista para os eventos das próximas semanas? Esperamos ter ajudado com essas dicas e desejamos um final de ano com muita prosperidade e ótimo fluxo dentro do seu comércio! Continue acompanhando o Blog Assaí para mais novidades e informações de primeira.

 

Você também pode
gostar de:

Compartilhe

Como preparar o negócio para as vendas de final de ano

Dicas para você inovar no final de ano e vender mais com seu negócio de alimentos

O fim de ano é uma das épocas mais comemoradas e, para os empreendedores do setor de alimentos, é um prato cheio no que diz respeito a vendas! 

Vale se atentar às oportunidades e incorporar novas estratégias para atrair mais clientes e fazer com que o seu negócio se destaque, oferecendo novidades e qualidade no serviço.

Por isso, o Assaí vai dar dicas para você colocar em prática e atrair consumidores durante o Natal e o Réveillon, com ações de vendas e promoções usando criatividade para lucrar neste fim de ano. Confira! 

 

Mudança de cardápio

Uma das principais mudanças para aproveitar o movimento do comércio nessa época é adaptar o cardápio com novas opções e ingredientes que estejam dentro do tema.

Para quem trabalha com vendas por encomendas, é hora de entrar com receitas novas e edições limitadas, a fim de incentivar os consumidores a aumentar o valor de compra (ticket médio) e trazer um tom de exclusividade.

O mesmo vale para restaurantes, bares, lanchonetes, minimercados e vendedores ambulantes: acrescente novas opções ao cardápio e dê destaque aos sabores de Natal e de Ano Novo com promoções e combos para incentivar os pedidos.

 

Oferecer kits de ceia

Essa ideia tem tudo para bombar no final de ano! Que tal trabalhar com kits de ceia para levar praticidade aos clientes e um cardápio inteiramente feito para o dia da confraternização de Natal e de Ano Novo?

Você pode sugerir tamanhos e estilos diferentes de ceia e vender o pacote completo, com pratos, bebidas e sobremesas, ou a versão reduzida. Muitos restaurantes estendem seu cardápio especial de fim de ano para o delivery – e essa é uma ótima sugestão. 

 

Checagem e abastecimento de estoque

Com o aumento de pedidos e reservas, é importante checar sempre o estoque e, durante o final de ano, rever o tamanho das suas compras para que nada falte e você possa atender a todas as demandas com tranquilidade.

Por isso, a dica é ter uma reserva maior de suprimentos nesse período e já adiantar o pedido a fornecedores de ingredientes sazonais, mais difíceis de encontrar, além de reservar um espaço maior para os produtos e para a sua despensa de alimentos.

 

Foque a pré-produção

Para otimizar processos dentro do seu negócio e agilizar os pedidos, uma dica é atentar-se à pré-produção, a fim de adiantar ainda mais as etapas de fabricação dos seus produtos.

Deixe pronto o máximo de coisas que conseguir e utilize geladeira, freezers e espaço no estoque para já deixar tudo guardado e pronto para ser usado durante a produção. Massas de bolos, recheios, temperos, molhos, entre outros, são exemplos de alimentos que já podem ser antecipados na sua pré-produção!

 

Descontos e promoções

Não poderíamos deixar de falar das promoções de fim de ano! É aqui que as campanhas e os saldões de vendas começam, já que muitos consumidores esperam o ano todo para aproveitar os descontos ou também “gastar” o dinheiro como forma de presentear.

Por isso, aproveite esse impulso no comércio para atrair os clientes com ações de vendas especiais, combos e opções diferentes no seu negócio, como embalagens promocionais e sorteios, além de anunciar nos seus canais oficiais todas as novidades. Quem comunica vende melhor!

 

Vendas “pegue e leve”

Também conhecido como “take away”, o modelo de vendas é um “pegue e leve”, em que o cliente retira o pedido na loja ou no ponto de venda e leva para casa. Essa pode ser uma excelente estratégia para quem quer vender sem precisar ter espaço fixo, aglomerar ou como forma de agilizar o atendimento e o fluxo de clientes.

A retirada dos produtos também pode ser agendada, com vendas diretamente por aplicativo de delivery ou pelo WhatsApp. 

 

Aproveite a Black Friday 

E, falando em descontos, a Black Friday é um dos principais acontecimentos do varejo, com ofertas arrasadoras para você vender mais em um curto espaço de tempo. Portanto, não dá para ficar de fora!

Neste ano, a data acontece no dia 26 de novembro, mas você já pode programar a semana inteira com promoções especiais para já aquecer os motores para o fim de ano e vender até o último dia de dezembro.

 

É isso mesmo: as vendas de Natal e Ano Novo vão começar com tudo se você se preparar com antecedência e deixar o seu negócio de alimentos pronto para a alta temporada.

Foque a qualidade do serviço e o bom atendimento para manter os clientes por perto durante 2022 também. Assim, você já começa o ano que vem em um ótimo ritmo e com oportunidades de crescer cada vez mais!

 

Esperamos ter ajudado com essas dicas de negócio incríveis e convidamos você a aproveitar o melhor fim de ano com o Assaí. Vem muita economia e novidades pela frente... não dá para perder. Fique de olho com a gente!

Você também pode
gostar de:

Compartilhe

Controle de perdas: evite prejuízos para o seu negócio

Controle os ganhos financeiros da sua empresa e evite prejuízos ou imprevistos com o controle de perdas!

Você se preocupa com os resultados financeiros da sua empresa? Imaginamos que a resposta seja “sim”! E, para evitar correr riscos no dia a dia e lucrar mais, é preciso saber melhor sobre o controle de perdas!

 

O QUE É CONTROLE DE PERDAS?

Também conhecido como “prevenção de perdas”, o controle de perdas é um conjunto de ações que visa minimizar os riscos e diminuir o impacto da perda financeira no seu negócio.

Ele pode ser trabalhado tanto em grandes empresas como em negócios autônomos, de menor escala, mas que precisam do mesmo cuidado e atenção na hora de gerenciar todos os processos.

Para quem vende alimentos, existem diversos cuidados específicos para reduzir as perdas e trazer mais ganhos nos resultados da empresa. E isso envolve desde um controle de estoque adequado até a higienização, o treinamento da equipe, o investimento em tecnologia, entre outros aspectos.

Hoje, vamos falar sobre os principais pontos de atenção para que você otimize os ganhos da sua empresa e aumente a lucratividade com um bom gerenciamento e sistema de controle de perdas. Veja só:

 

1 - GESTÃO DO ESTOQUE

O estoque é um dos principais fatores de risco de um negócio de alimentos. Isso porque quem trabalha com comida precisa fazer a manutenção diária de geladeiras, prateleiras, gôndolas, freezers, vitrines, balões e tudo o mais.

E com o estoque não é diferente! É preciso efetuar um controle minucioso das mercadorias, checar a validade dos produtos, armazená-los de forma correta, higienizar tudo sempre e conferir a lista de compras para que nada falte ou sobre.

É por isso que o controle de perdas é tão importante: se você não tiver gastos adicionais com problemas ou imprevistos, seu lucro é maior e você ganha não só em valores, mas em qualidade de trabalho e tempo para produzir/atender/vender mais!

 

2 - APRENDIZADO E TREINAMENTO

Sim, o aprendizado faz toda a diferença quando falamos em controle de perdas! Se você não souber que determinado produto precisa ficar na geladeira, por exemplo, e ele estraga, isso vai se tornar uma perda para o seu negócio, não é mesmo?

É por isso que é essencial estar sempre de olho nas novidades do mercado, orientar os funcionários e toda a equipe sobre qualquer mudança no dia a dia e colocar comunicados e avisos para que todos possam estar cientes e ter acesso à informação!

 

3 - CONSUMO CONSCIENTE

Você costuma separar o lixo, reaproveitar alimentos no dia a dia ou economizar na hora de produzir? Você deve estar se perguntando o que isso tem a ver com o controle de perdas, mas podemos explicar.

O consumo consciente também interfere na lucratividade da empresa, pois adquirir boas práticas de sustentabilidade (como economia de água, luz, reciclagem, etc.) ajuda a diminuir as perdas financeiras do seu comércio!

 

4 - INVISTA EM TECNOLOGIA

Algumas ferramentas podem se tornar obsoletas – e isso pode ser negativo para o desempenho do seu comércio. Trabalhar com um maquinário muito antigo ou não ter algum equipamento que facilite ou produza mais pode ser uma grande perda em termos de produtividade.

Portanto, é importante direcionar parte dos lucros para a compra de material mais moderno ou equipamentos de melhor qualidade. Isso ajuda a otimizar os processos e pode gerar um bem-estar maior para você ou para os seus colaboradores.

 

5 - CONTROLE E CHEQUE OS DADOS

Por último, mas não menos importante, é preciso ter controle. Controle no sentido mais literal, seja anotando tudo o que acontece no seu negócio em um caderninho especial ou colocando em planilhas para otimizar o processo.

Reserve sempre um tempo do dia para organizar a sua planilha de gastos, de estoque e de vendas e identifique os pontos de melhoria, a fim de evitar prejuízos ao longo do tempo.

Tenha sempre dados atualizados sobre o seu negócio e garanta uma reserva financeira para eventuais problemas. Agir com rapidez e precisão pode evitar prejuízos maiores e o seu negócio precisa dessa segurança extra para você poder deitar a cabeça no travesseiro e dormir com tranquilidade.

 

Tudo isso é para ressaltarmos a importância do controle de perdas em qualquer tipo de negócio, principalmente no de alimentos e de micro e pequenos empreendedores, que sentem ainda mais o impacto financeiro em suas empresas no dia a dia.

Se você gostou das dicas, fique de olho em nossas redes sociais para acompanhar todos os conteúdos e novidades referentes à Quinzena do Comerciante no Assaí Atacadista!

Estamos com uma programação especial para você, comerciante, ficar por dentro de tudo o que acontece em nossas lojas e poder economizar ainda mais nas suas compras. Muita facilidade e oportunidade para você levar o que precisa e dar um gás ao seu negócio.

Estamos juntos com você nessa empreitada, com a melhor economia, qualidade e variedade sempre. Vá até uma loja mais próxima de você e confira!

 

Você também pode
gostar de:

Compartilhe

Dicas para melhorar as vendas de pães e doces

Vamos dar ideias para melhorar o negócio de quem vende pães e doces ou trabalha com panificação!

Olha só estas dicas saindo do forno! O pãozinho faz parte do dia a dia dos brasileiros e, para quem trabalha com pães e doces, é um prato cheio, não é mesmo? No entanto, é preciso atender às expectativas dos clientes e buscar novas formas de melhorar o serviço e lucrar ainda mais.

É por isso que hoje vamos falar sobre como investir melhor no seu negócio e transformar a panificação em algo mais rentável, saudável e lucrativo para o seu bolso. Se você está precisando de uma repaginada e quer inovar, fique atento(a) e acompanhe tudo com a gente!

 

1 - Foque a qualidade e tenha um diferencial

Sabemos que existem diversos negócios de pães e doces. Além de saborosos, eles precisam ter algo a mais para que os clientes se sintam satisfeitos e voltem a consumir o seu produto.

O primeiro ponto é acertar na qualidade: conforme você for crescendo e expandindo o seu trabalho, busque sempre melhorar a qualidade dos ingredientes, bem como do atendimento, das embalagens e da entrega. Isso vai tornar o seu negócio ainda mais profissionalizado e diferenciado.

 

2 - Invista em bons equipamentos

A demanda de pães e doces costuma ser grande, por isso, você precisa otimizar o seu tempo e produzir em quantidade suficiente para atender a diversos pedidos todos os dias. 

Se você é um(a) profissional autônomo(a) e não tem mão de obra inicial, o que pode ajudar muito são bons equipamentos: fornos, batedeiras, geladeiras e congeladores de qualidade são essenciais para ajudá-lo(a) no dia a dia e fazer o seu negócio render ainda mais!

 

3 - Cardápio fixo sob encomenda

É sempre importante ter um produto “carro-chefe” para manter as vendas e controlar a sua produção no dia a dia. No entanto, você também pode adaptar o seu cardápio para diferentes datas, eventos e tendências.

Se você perceber qualquer novidade no mercado de pães e doces, experimente inserir no cardápio e divulgue para os seus clientes. Se a demanda for boa, você poderá até incorporar o novo sabor ou produto conforme a demanda.

 

4 - Ofereça experimentação aos seus clientes

Você pode até ter um sabor novo e delicioso para pôr à venda, mas pode ser que ele não se torne popular com muita facilidade. Por isso, a experimentação de produtos ajuda a gerar uma relação com o seu consumidor e a impulsionar a compra.

Que tal deixar uma cestinha com pequenas porções para os clientes se servirem no balcão da sua loja? Ou, assim que eles estiverem fazendo o pedido, você sugere que experimentem o produto para que tirem a dúvida do que querem levar?

 

5 - Renove seu espaço ou invista em embalagens criativas

Para quem tem um ponto fixo, é importante ter um espaço ambientado e preparado para receber os clientes com conforto, higiene e bem-estar. Se eles se sentirem bem na sua loja e forem bem servidos, vão querer voltar para consumir mais e também indicá-la a outras pessoas!

Deixe a vitrine sempre recheada, vistosa e organizada. Coloque os preços corretos nas mercadorias, abasteça as prateleiras, cheque o funcionamento das geladeiras e sinalize todos os setores do seu comércio.

Já para quem trabalha sob encomenda ou tem comércio ambulante, a grande sacada é inovar e cuidar sempre de como o produto é apresentado, investindo em embalagens duráveis, de qualidade, e que sejam a cara do seu negócio. Essa é uma forma de chamar a atenção com uma ótima primeira impressão.

 

6 - Ações promocionais e kits exclusivos

Outra coisa que os clientes adoram é uma boa promoção e uma venda diferenciada. Monte combos exclusivos, faça cestas de café da manhã, kits com várias delícias, um cartão comemorativo ou, até mesmo, um combo “leve 2, pague 1”.

Qualquer forma de vender com um desconto ou inovação a mais já pode ser um grande passo para impulsionar a sua venda de pães e doces no seu negócio.

 

Além disso, também sabemos que a propaganda é a alma do negócio e quem não utiliza as redes sociais e o meio digital para se promover está perdendo a chance de lucrar! 

Por isso, mantenha sempre um canal ativo para mostrar as novidades para os clientes, anunciar produtos, recolher sugestões e falar sobre o funcionamento do seu negócio. Isso fará com que seu empreendimento ganhe mais vida e esteja mais presente no dia a dia dos clientes!

Que as vendas comecem e o resultado do seu investimento seja um sucesso com essas dicas! Gostou? Esperamos ter ajudado a melhorar o trabalho do seu negócio focado em panificação e confeitaria.

Fique de olho nas novidades do Assaí Atacadista e aproveite a Quinzena do Comerciante para abastecer a sua loja com qualidade, variedade e economia. Tem oferta especial para nossos clientes lojistas e também para a sua casa. Venha até a loja Assaí mais próxima de você e aproveite! 

Assaí, sempre o seu melhor negócio.

Você também pode
gostar de:

Compartilhe

Dicas para adaptar um cardápio com restrições de alimentos

Existem diversos tipos de restrições alimentares. Por isso, vamos dar dicas para você adaptar o cardápio do seu negócio e continuar com as vendas em alta!

As restrições de alimentos é algo muito comum entre os consumidores. Muitas delas são adquiridas naturalmente, conforme as pessoas descobrem certas reações do organismo a determinados tipos de comidas.

Outras são livremente escolhidas, ou seja, quando o cliente decide não consumir mais alimentos de origem animal ou que tenham açúcar, glúten ou lactose, por exemplo. Esse estilo alimentar entra no que chamamos de cardápio restritivo ou com ingrediente “free”.

Existem muitos produtos no mercado com o selo “free”, feitos especialmente para atender a esse público, mas também para ampliar as possibilidades de receitas e preparo de alimentos para quem vende.

Por isso, é possível montar um menu especial para atender a todos os tipos de clientes no dia a dia, com as mais variadas restrições de alimentos, e continuar vendendo bem!

A seguir, vamos listar alguns tipos de restrições mais comuns e como você pode adaptar o cardápio a partir da escolha dos ingredientes.

 

SEM AÇÚCAR

Os alimentos sem açúcar, também conhecidos como diet (com ausência de determinado ingrediente – nesse caso, o açúcar), são uns dos mais populares, pois são feitos geralmente para quem tem algum tipo de diabetes ou segue uma dieta sem doces.

Desde o cafezinho sem açúcar até sobremesas com adoçantes naturais, como mel, xilitol, agave e estévia, são superindicados na hora de servir. Você pode transformar quase toda receita comum em uma sem açúcar utilizando esses ingredientes, com pequenas mudanças para continuar com muito sabor, porém, diet.

SEM LACTOSE

A intolerância à lactose é um distúrbio em que o corpo é incapaz de digerir adequadamente o açúcar presente no leite e em seus derivados, como queijos, requeijões, iogurtes, etc. Não se trata de alergia, mas, sim, de uma dificuldade de absorção, que provoca dores de barriga, náuseas e desconforto abdominal.

Atualmente, existem diversos produtos sem lactose que podem substituir o leite tradicional. Desse modo, é fácil adaptar o seu menu utilizando esses ingredientes. Você também pode substituir o leite comum por leite vegetal, como o de amêndoas, o de arroz, entre outros, produzindo do zero ao extraí-los desses grãos!

 

SEM GLÚTEN

Existe também a intolerância ao glúten, uma proteína presente em diversos carboidratos comuns no dia a dia, como trigo, aveia, cevada e malte. Muitos clientes sentem desconfortos e inchaços e não conseguem digerir muito bem alimentos com glúten, como biscoitos, pães, bolos e massas.

Para evitar esse problema, você pode substituir a farinha de trigo convencional por farinha integral de aveia, arroz, milho e outros grãos. Em receitas doces, você pode usar farinha de castanhas ou amêndoas para deixar a sua receita sem glúten e incrivelmente saborosa.

Importante: a intolerância é diferente de alergia ou doenças que afetam o sistema imune, como a celíaca, por exemplo. A intolerância causa reações durante o processo de digestão sem afetar o organismo de forma grave ou em um nível patológico.

 

NO CARB

Outra restrição comum é a dieta sem carboidratos, conhecida como cetogênica ou “no carb”. Nesse caso, substituem-se todos os alimentos ricos em carboidratos por proteínas ou gorduras.

A dica é variar o cardápio de um jeito mais criativo, transformando receitas conhecidas em versões alternativas, como um macarrão de abobrinha, uma lasanha de berinjela ou uma pizza de massa de couve-flor!

Pensando dessa forma, há como fazer opções diferentes de um jeito muito saboroso para conquistar uma parcela de clientes mais focados na perda de peso e na alimentação mais leve.

 

O SEGREDO ESTÁ NA EMBALAGEM

Não podemos deixar de mencionar a importância de se ler rótulos e embalagens de produtos para verificar sempre a quantidade/presença de determinado ingrediente. Não se deixe enganar por alimentos que não têm uma descrição detalhada na etiqueta ou não mencionam a proporção de cada ingrediente – isso pode comprometer a qualidade do seu produto e deixar o seu cliente insatisfeito.

Na descrição dos ingredientes, por lei, o fabricante deve mencionar primeiro o ingrediente em maior quantidade e terminar com o de menor volume. Assim, você consegue identificar tudo o que há na receita de cada embalagem.

Outra dica é ler a tabela de valores para identificar a qualidade nutricional do produto. Assim, você já identifica quanto (%) há de proteínas, gorduras, carboidratos e demais nutrientes.

 

Levando tudo isso em consideração, esperamos que você possa readaptar o seu cardápio para os diferentes tipos de dietas e restrições alimentares, mostrando aos clientes que o seu negócio tem um diferencial e tanto!

Se você gosta de trabalhar apenas com o mercado de nicho, ou seja, clientes especiais com poder de compra, é importante levar essas dicas em consideração para profissionalizar ainda mais o seu estabelecimento. Uma coisa é certa: seus clientes vão amar essa atenção especial!

Gostou das ideias? O Blog Assaí sempre traz conteúdos do seu interesse e que ajudam a melhorar o seu dia a dia, seja em casa ou no seu comércio. Fique de olho para mais novidades e siga a gente em nossas redes sociais oficiais!

 

Você também pode
gostar de:

Subscrever RSS - dicas de negócios