Conteúdo principal

O PODER DO COMÉRCIO E O EMPREENDEDORISMO BRASILEIRO

De acordo com o Departamento de Registro Empresarial e Integração, durante o ano de 2023, o Brasil registrou a abertura de quase 4 milhões de empresas. Do total, 83,9% são do setor de comércio e serviços e quase 3 milhões (73,6%) são microempreendedores individuais (MEI).

Os números do Mapa confirmam o poder do comércio (e do comerciante) para a economia do país: o comércio facilita a distribuição de bens e serviços, gera empregos, promove a inovação e contribui, ainda, para o desenvolvimento das comunidades. E é por causa dos empreendedores do setor que tudo isso acontece.

DIA DO COMERCIANTE

Segundo registros históricos, o comércio é uma das atividades mais antigas do mundo. Ao longo do tempo, a troca de bens e serviços mudou – evoluiu de sistemas de trocas diretas para redes complexas de comércio global envolvendo dinheiro. Mas o fato é que o comerciante nunca deixou de ter seu papel de destaque na economia.

Para celebrar, a Lei Federal nº 2.048, de 26 de dezembro de 1953, oficializou o dia 16 de julho como o Dia do Comerciante. 

A data é uma homenagem ao dia de nascimento de José Maria da Silva Lisboa, o Visconde de Cairu, um economista e político brasileiro que defendeu o livre mercado e foi fundamental para o desenvolvimento do comércio e da indústria no Brasil.

O poder do comércio está em facilitar a distribuição de bens e serviços, gerar empregos, promover a inovação e contribuir, ainda, para o desenvolvimento das comunidades.

 

QUEM É O EMPREENDEDOR DO SETOR DE ALIMENTAÇÃO?

A maioria das pessoas que trabalham em bares e restaurantes no Brasil é composta por mulheres, com 52% de participação. Pretos e pardos representam 61% do total. 

Os dados são de um estudo da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel), que reuniu informações da Receita Federal, do IBGE, do Ministério do Trabalho e de outras fontes oficiais para traçar o perfil do empreendedor do setor de alimentação no país.

Ainda segundo o levantamento, os microempreendedores individuais (MEI) representam 68% dos CNPJ do setor. Em 2020, antes da pandemia, metade das empresas do setor era MEI. Outro dado interessante: 95% dos bares e restaurantes, atualmente, são ME (microempresas) e têm faturamento de até R$ 360 mil por ano. 

Em outras palavras, o food service brasileiro é impulsionado, principalmente, pelos pequenos comércios. 

Motivos para EMPREENDER

O que leva uma pessoa a abrir um comércio? O Sebrae afirma que as principais motivações para empreender são:

  • NECESSIDADE 

Pessoas que acabam ficando sem alternativas após serem demitidas ou simplesmente por não terem acesso ao mercado de trabalho.

  • OPORTUNIDADE 

Pessoas que enxergam uma demanda não atendida, desejam explorar melhor as expectativas dos consumidores ou criam uma nova necessidade no público.

  • REALIZAÇÃO PESSOAL 

Pessoas que querem realizar o sonho de trabalhar com aquilo que amam e enxergam no empreendedorismo uma forma de fazer isso.

De qualquer maneira, é essencial obter conhecimento e fazer um bom planejamento antes de empreender. Sem isso, o sucesso do negócio fica comprometido e o empreendedor pode se ver desmotivado diante dos desafios que precisa enfrentar no dia a dia.

Desafios e ESTRATÉGIAS

O mercado de food service brasileiro apresenta desafios, apesar ter iniciado o ano de 2024 com um leve aumento do gasto médio (1%) por parte do consumidor. Isso porque menos pessoas têm consumido no comércio de alimentos – a queda do tráfego registrada no primeiro trimestre foi de 2% em relação ao mesmo período de 2023.

A boa notícia é que o tíquete médio aumentou, mas isso não é suficiente para garantir a tranquilidade do empreendedor. É preciso considerar que alguns produtos subiram de preço e, de acordo com um estudo da Mosaiclab, 66% dos consumidores reduziram seu consumo de alimentos fora de casa por corte de gastos. 

Um dos principais desafios do setor é, portanto, trazer o consumidor de volta. Mas vale considerar o fato de que o desemprego tem registrado queda, o que aumenta o rendimento médio real da população, ainda que, ao longo dos últimos 12 anos, o acumulado tenha sido baixo. 

 

*As informações são do Crest, um estudo sobre serviços de alimentação liderado pela Circana em 12 países – no Brasil, o levantamento é realizado em parceria com a Mosaiclab.

 

50 ANOS DO ASSAÍ - COMEMORANDO COM OS CLIENTES

Ao longo de sua história, o Assaí Atacadista celebra seu aniversário distribuindo muitos prêmios com o objetivo de transformar vidas e retr
Leia mais +

CONSUMO DE CARNE NO BRASIL: DO BOI AO JAVALI

O Brasil é um dos maiores consumidores de carnes do mundo, e a diversidade é uma das características nas diferentes regiões do país
Leia mais +

A TRADIÇÃO E O FRESCOR DA COMIDA JAPONESA

Pratos típicos, ambientação, leveza e sabor são os diferenciais dos restaurantes especializados na tradicional culinária do país do sol nasc
Leia mais +

INFLUÊNCIA DIGITAL

Os influenciadores são uma estratégia eficiente para divulgar produtos e serviços nas redes sociais. Saiba como usar o marketing de influênc
Leia mais +

CHURRASQUEIRA A GÁS PREMIA EMPREENDEDOR

João Victor da Conceição, proprietário do Espetinho VIP e ganhador do Prêmio Academia Assaí na categoria Tecnologia, desenvolveu uma técnica
Leia mais +

COMO CONTROLAR AS FINANÇAS PELO CELULAR

Existem ferramentas gratuitas que ajudam a controlar as finanças dos negócios, garantindo vantagens como segurança e agilidade
Leia mais +

SABOR DA AMÉRICA – ESTADOS UNIDOS PARA TODOS OS GOSTOS

Nos Estados Unidos, a mesa tem lugar para fast-food, café gelado, comida internacional e alimentos orgânicos, representando a diversidade do
Leia mais +

COMO FAZER BOAS FOTOS?

Nas redes sociais, as imagens representam a essência e o diferencial dos produtos ou do estabelecimento e são capazes de atrair mais cliente
Leia mais +

MÚSICA AO VIVO: VALE A PENA?

Apresentações musicais podem atrair e fidelizar a clientela, mas é indispensável adotar alguns cuidados para garantir uma experiência bem-su
Leia mais +

COMPOSTAGEM - TRANSFORMANDO RESÍDUOS EM ADUBO

A compostagem, que pode ser implementada nas empresas, é uma alternativa vantajosa para minimizar a emissão de gases de efeito estufa nos at
Leia mais +

CUSCUZ NO POTE – UMA TRADIÇÃO EM NOVO FORMATO

O cuscuz, um clássico nordestino que conquistou o Brasil, ganha uma versão fácil de consumir e que, por isso, tem potencial de venda em esta
Leia mais +

“SEM MODERAÇÃO”, BAR QUERMESSE VIRA O JOGO E VENDE MAIS

A partir de uma estratégia simples e criativa, um prato de petiscos que não tinha saída foi transformado em um dos itens mais vendidos de um
Leia mais +

Os benefícios e a versatilidade da manteiga: agora com e sem lactose!

Conheça a nova Manteiga Teixeira Zero Lactose, que possibilita o consumo por intolerantes   
Leia mais +

Fornecedores do Assaí

Empresas e indústrias de confiança com produtos de qualidade!