Conteúdo principal

TRABALHO E MATERNIDADE: UMA RECEITA DE SUPERAÇÃO

Confeiteira cria negócio de sucesso, com produção limitada, para conciliar trabalho e maternidade

 

Mesmo durante a pandemia, as pessoas não deixaram de celebrar aniversários e datas importantes entre seus familiares. Pelo menos esse lado doce da vida permaneceu. Por isso, a confeitaria se mantém como um segmento atrativo e cresce a passos largos em todos os cantos do Brasil. 

E, junto, surgem mulheres empreendedoras bem-sucedidas nesse ramo, como Jaque Sobral, 37 anos, dona da marca Mamãe Fez Bolo, de Hortolândia (SP), região metropolitana de Campinas. Ela é um exemplo para quem quer conciliar trabalho e maternidade.

“É verdade que a confeitaria deu um boom. Tem muita gente no mercado, mas eu nunca encarei a concorrência como um desafio, porque, se você tiver um produto diferenciado, não haverá outro igual. Então, eu me enxergo como a única do mercado. Os meus clientes me escolhem pelo meu produto personalizado e pela maneira como eu trabalho”, revela a confeiteira.

Em 2013, Jaque começou o próprio negócio. “A transição de cozinhar só por hobby para empreender despertou quando eu comecei a fazer bolinhos para presentear as professoras e as mães da escola da minha filha. As pessoas começaram a me perguntar se eu faria bolos para vender, e então eu pensei que, se todo mundo estava me perguntando, era porque tinha clientes em potencial”, conta.

Ela gostava de receber a filha mais velha, Luisa – na época, com três anos – com um bolo bem gostoso quando a pequena voltava da escola: “Ela me perguntava: mamãe, fez bolo?". E dessa forma foi batizado o novo negócio, que tem a maternidade como inspiração. “Eu pensava quais seriam as memórias afetivas dos meus filhos, e, para mim, uma casa com crianças tem que ter cheiro de bolo. Queria resgatar isso para eles, da mãe que faz bolo e cozinha, para que eles tivessem um lar comigo presente na rotina. Era um sonho meu”, lembra Jaque, que deixou de trabalhar fora para dedicar mais tempo à criação dos filhos.

 

MAMÃE… FEZ BOLO?

De lá para cá, ela montou o próprio ateliê nos fundos de casa, porque não quis abrir mão da flexibilidade para, sempre que preciso fosse, atender às necessidades dos filhos, Luísa e Davi, de 10 e oito anos, respectivamente. 

No dia a dia, ela dedica cerca de oito horas ao trabalho, que inclui não só a produção, mas também a gestão do negócio, o relacionamento com os clientes, além da comunicação nas mídias sociais. 

Para atender às encomendas, Jaque trabalha com uma equipe de duas pessoas e também estabeleceu uma produção limitada – considerando que ela leva cerca de uma hora para realizar a decoração artística de cada bolo.

Cada bolo é personalizado a partir de conversa com o cliente para que tenham a ver com suas histórias, desejos ou ocasiões

00

DESAFIOS INICIAIS

Formada em Administração, ela aproveitou o conhecimento na área para aplicar na gestão do seu negócio. No entanto, uma barreira inicial foi a aceitação de que aquilo era um empreendimento de fato. “A gente acha no começo que o negócio ainda não é um negócio. Você não bota fé”, confessa. “Tive que lidar com a própria timidez na hora de divulgar meu trabalho. Isso me limitava demais, a vergonha de vender, de anunciar, embora eu soubesse que o meu produto era muito bom”.

Jaque enfrentou desafios comuns entre as mulheres empreendedoras, como não ter capital para começar seu negócio, e que, além disso, precisam conciliar trabalho e maternidade. Muitas acabam recorrendo a familiares ou pessoas próximas para dar o pontapé inicial e o mesmo aconteceu com ela: convenceu o marido de que valia a pena usar um recurso extra e investir na sua ideia.

É importante ter em mente que, no início, não se ganha muito dinheiro. “A gente começa com a geladeira, o fogão, a batedeira e os utensílios que tem em casa mesmo. E o dinheiro que vai entrando não gera lucro ainda, é preciso continuar investindo”, alerta. “Outra coisa importante é saber fazer uma precificação correta do produto, sem colocar um valor baseado em sentimento ou fazer cada hora de um jeito. É preciso tomar cuidado também para não desvalorizar o mercado, até porque nunca ganhará dinheiro se não cobrar o preço correto”, pontua.

HISTÓRIAS REAIS AJUDAM A ‘DESENHAR’ BOLOS

O primeiro passo para construir um produto diferenciado está diretamente relacionado a um conhecimento de si própria, segundo Jaque: “É importante se perguntar: quem sou eu, do que eu gosto, qual é o meu perfil, qual é o meu padrão de excelência, até onde posso chegar, o que preciso estudar para chegar aonde eu quero? É um caminho bem introspectivo mesmo, são perguntas que precisam ter respostas”, ensina.

Para a confeiteira, produzir um bolo é estar diante de uma tela em branco. “Ali, devemos colocar você, a paixão pelo que você faz, a história do seu cliente, o tipo de evento e o local. Saber mais profundamente acerca de você mesmo e do seu cliente. “É uma série de perguntas que não se resume a sabor de recheio, massa e tema do bolo”, completa.

DIVULGAÇÃO SÓ NAS REDES SOCIAIS

Chama a atenção o número de seguidores do perfil @mamaefezbolo no Instagram: atualmente, 107 mil. A página é hoje a única forma de divulgação da confeitaria – além das indicações dos clientes. “Dá um trabalhinho, principalmente, responder as mensagens que chegam pelo direct e no feed, mas vale muito a pena, porque dá retorno. No final, a página serve como uma vitrine do seu trabalho e também serve de inspiração”, pontua.

A empreendedora defende que, se for possível, é importante fazer cursos para se qualificar. "Eu sempre busquei saber o que as pessoas estão fazendo dentro e fora do Brasil. Sempre estou pesquisando", informa. “Mas a gente sabe que conhecimento é diferente de informação. Eu acho que, no final das contas, a própria cozinha é a maior escola. É lá que você vai aprender de verdade, chorando e dando gargalhadas”, conclui.

00

Jaque Sobral compartilhou com os leitores da Revista uma das suas receitas mais famosas: o bolo de cenoura da Mamãe Fez Bolo. Acesse aqui

FUNCIONÁRIO OU SÓCIO? VEJA VANTAGENS E IMPLICAÇÕES

Visando crescimento, algumas empresas transformam funcionários em sócios. Entenda as vantagens e os cuidados dessa operação
Leia mais +

ACESSIBILIDADE DIGITAL GERA INCLUSÃO

Ao implementar novas soluções tecnológicas e medidas simples para aumentar a acessibilidade, é possível diminuir barreiras para milhões de potenciais clientes  
Leia mais +

PESCA SUSTENTÁVEL: QUALIDADE DE VIDA E ALIMENTAÇÃO

Através de clube de assinatura de pescados, projeto conecta consumidores com produtores das comunidades pesqueiras.
Leia mais +

CULINÁRIA DA ÍNDIA: DA GEOGRAFIA A ESPIRUTALIDADE

A explosão de sabores da culinária da Índia intriga o Ocidente desde as grandes navegações e reflete toda a diversidade de um país gigante
Leia mais +

EMBALIXO TRAZ INOVAÇÃO E SUSTENTABILIDADE

Tratar o lixo como algo transformador é o principal objetivo da empresa, que conta com uma linha vegana e antivírus inédita para inativar a COVID-19  
Leia mais +

PÁSCOA E CHOCOLATE: PENSOU EM UM, PENSOU NO OUTRO!

Veja porque Páscoa e chocolate são inseparáveis!
Leia mais +

NEGÓCIO ESCALÁVEL PARA DAR UM SALTO

Os maiores gigantes do mundo, em muitos casos, começaram bem pequenos e conseguiram aumentar sua produção.
Leia mais +

VITAMINAS E SUPLEMENTOS: SAUDÁVEIS, MODERADAMENTE

Preocupação com a saúde ou mesmo com a estética faz com que pessoas tomem vitaminas e suplementos dos mais variados tipos.
Leia mais +

MICROEMPREENDEDOR INDIVIDUAL: FORMALIZANDO NEGOCIO

Menor burocracia, baixo custo pra manter a empresa e benefícios previdenciários estão entre principais motivos para ser um  Microempreendedor Individual (MEI)  
Leia mais +

PRÊMIO ACADEMIA ASSAÍ: OPORTUNIDADE DE CRESCIMENTO

Vencedora do Prêmio Academia Assaí Bons Negócios 2020 conta como vem desenvolvendo novos aprendizados e transformando suas experiências...
Leia mais +

COZINHA E TRADIÇÃO SE UNEM EM PROPOSTA INOVADORA

Criadora do pequeno Ajeum da Diáspora, chef baiana sacudiu a gastronomia de Salvador com um restaurante que funciona na sua própria casa
Leia mais +
Beats GT, você encontra aqui! E aí, aonde Beats vai te levar hoje?
Beats Senses, você encontra aqui! E aí, aonde Beats vai te levar hoje?
Promoção Cada U Faz o Bem
Concorra a R$ 1 milhão no sorteio final
Participe!