Conteúdo principal

PESCA SUSTENTÁVEL: QUALIDADE DE VIDA E ALIMENTAÇÃO

Através de clube de assinatura de pescados, projeto conecta consumidores com produtores das comunidades pesqueiras. Dinâmica garante empoderamento econômico, além de preocupação ambiental e social

 

Foi de uma maneira orgânica e bem natural que o oceanógrafo Bryan Renan Müller, 29 anos, iniciou um negócio que, após dois anos de funcionamento, consegue unir parâmetros de sustentabilidade de maneira abrangente: ambiental, social e econômica. Enquanto fazia sua pesquisa de mestrado pela Universidade Federal do Paraná (UFPR) em comunidades pesqueiras do litoral paranaense, um encontro despretensioso deu origem ao Olha o Peixe!, clube de assinatura de pescados artesanais que une produtores de pesca sustentável e consumidores sem intermediários. 

A conversa que deu início ao projeto aconteceu em um restaurante em Morretes, cidade entre a serra e o litoral do Paraná. “Percebi que o peixe servido estava superfresco e o dono me contou que o produto vinha de Matinhos, município litorâneo onde eu trabalhava com os pescadores na minha pesquisa de mestrado. Ele me perguntou se eu conseguiria um preço menor para ele, mas não tinha a ver com o que eu fazia. Mas, e se eu trabalhasse com isso? Observando, percebi que em Curitiba e região as pessoas não têm acesso a peixes locais. É mais fácil achar o salmão, que vem do Chile, do que uma cavala, uma pescadinha, que estão a 100 km da capital”, conta Bryan. 

Com apenas um comprador garantido, o idealizador do projeto conversou com os pescadores, que doaram isopores para ele iniciar o trabalho. Com o auxílio deles, dos clientes e dos professores da universidade, Bryan foi moldando o negócio sempre com foco na pesca sustentável. Hoje, o Olha o Peixe! envolve 10 comunidades pesqueiras artesanais, o que significa o sustento de cerca de 92 famílias, e, entre funcionários próprios e terceirizados, emprega 10 pessoas. 

 

A iniciativa participa ativamente do sustento de cerca de 92 famílias em 10 comunidades do litoral paranaense

00

PESCA SUSTENTÁVEL NA TEORIA E NA PRÁTICA

O segredo principal do Olha o Peixe! é a logística: a empresa compra das comunidades de pesca e auxilia no escoamento para regiões onde, antes, os pescadores não conseguiam vender. "Essa parceria gera uma negociação mais justa", explica Bryan. 

“Antes, eles eram obrigados a vender para maus compradores, que pagam um preço baixo e, às vezes, deviam por meses aos pescadores. Nós pagamos à vista e um valor mais justo. Logo, quem não pagar o mesmo que nós não compra o produto. E isso induz a cadeia toda a ter uma postura mais correta e ética, o que melhora a renda das famílias pesqueiras e as retira de uma situação de vulnerabilidade econômica”, revela. 

Além disso, o oceanógrafo traz conhecimentos teóricos para capacitar os pescadores e as pescadoras parceiras, que fazem o processamento do peixe após a pescaria (limpeza, conservação e embalagem). O peixe é congelado o mais rápido possível para ser vendido em Curitiba e região metropolitana semanalmente. “É como a cesta de verduras orgânicas que muitas pessoas recebem em casa”, compara Bryan.  

Com a noção da demanda semanal, o oceanógrafo já passa a quantidade média aos pescadores, o que torna o processo mais rápido, dinâmico e com menores desperdício e impacto ao meio ambiente.

CUIDADO AMBIENTAL

De olho no equilíbrio ambiental, o Olha o Peixe! não trabalha com nenhuma espécie ameaçada de extinção e respeita os ciclos reprodutivos das espécies. Por si só, a pesca sustentável, ou pesca artesanal, é muito menos danosa ao ecossistema. “Num dia excelente, a artesanal gera 2 mil quilos. Já uma embarcação industrial pode pegar mais de 100 toneladas − por causa da viabilidade financeira, os pesqueiros industriais precisam encher os porões, e ficam dias no mar. Para preservar o pescado, ele é congelado ou fica o tempo todo cheio de conservantes", esclarece Bryan. 

A empresa também não usa embalagem plástica (os consumidores recebem em um pacote ecológico, feito à base de mandioca e milho, que são compostáveis e podem ser descartados junto com os resíduos orgânicos). Os potes de ostras, por exemplo, são feitos com amido de milho. “Se a gente trabalha com oceanos e sabe que uma das maiores causas de poluição são os plásticos, não tem nenhum sentido usá-los”, pontua o oceanógrafo.

Os produtos são entregues em embalagem ecológica, feita à base de mandioca e milho. Uma preocupação da pesca sustentável com a quantidade de plástico descartada nos oceanos

00

CLUBE DE ASSINATURAS DE PESCADO

Para além das negociações com restaurantes e outros compradores sob demanda, o carro-chefe do Olha o Peixe! é o clube de assinaturas. Para garantir maior sustentabilidade econômica ao negócio, a estratégia é utilizar três opções de pacotes de assinatura mensal, disponíveis nos municípios do litoral do Paraná, em Curitiba e na região metropolitana. 

Os peixes são entregues em embalagens ecológicas que trazem informações sobre quem e quando pescou, qual a comunidade, a canoa, a safra, mais informações sobre a espécie e sugestão de receita. “Nossa ideia é contribuir também para que o cliente saiba em qual período do ano uma espécie pode ou não ser capturada e comercializada. Igual na agricultura, com grãos e alimentos”, explica o oceanógrafo Bryan Renan Müller.

Os peixes são limpos logo depois da pesca e passam por congelamento na mesma tarde da captura. "Quando descongelado, o produto ainda está em excelente qualidade", garante Bryan.

Quando o cliente participa do clube, há ainda vantagens, como acesso a uma rede de descontos, um jornal mensal e brindes personalizados (como ecobags). “Damos uma série de benefícios para quem tem compromisso conosco”, diz ele. Essa renda garantida pelas assinaturas permite um valor fixo que auxilia, por exemplo, no pagamento à vista aos pescadores. 

Para este ano, uma das metas da empresa é levar o serviço a mais municípios do Paraná, além de lançar um aplicativo para a comercialização dos pescados.  

PESCA SUSTENTÁVEL E CLUBE DE ASSINATURAS - BENEFÍCIOS

Preços justos para as famílias pesqueiras

Menor vulnerabilidade econômica da cadeia produtora

Pesca artesanal 

Capacitação teórica

Respeito ao ciclo reprodutivo dos pescados

Embalagens ecológicas e biodegradáveis

Produtos livres de conservantes

 Redução do descarte

 

PÁSCOA E CHOCOLATE: PENSOU EM UM, PENSOU NO OUTRO!

Veja porque Páscoa e chocolate são inseparáveis!
Leia mais +

NEGÓCIO ESCALÁVEL PARA DAR UM SALTO

Os maiores gigantes do mundo, em muitos casos, começaram bem pequenos e conseguiram aumentar sua produção.
Leia mais +

VITAMINAS E SUPLEMENTOS: SAUDÁVEIS, MODERADAMENTE

Preocupação com a saúde ou mesmo com a estética faz com que pessoas tomem vitaminas e suplementos dos mais variados tipos.
Leia mais +

MICROEMPREENDEDOR INDIVIDUAL: FORMALIZANDO NEGOCIO

Menor burocracia, baixo custo pra manter a empresa e benefícios previdenciários estão entre principais motivos para ser um  Microempreendedor Individual (MEI)  
Leia mais +

PRÊMIO ACADEMIA ASSAÍ: OPORTUNIDADE DE CRESCIMENTO

Vencedora do Prêmio Academia Assaí Bons Negócios 2020 conta como vem desenvolvendo novos aprendizados e transformando suas experiências...
Leia mais +

COZINHA E TRADIÇÃO SE UNEM EM PROPOSTA INOVADORA

Criadora do pequeno Ajeum da Diáspora, chef baiana sacudiu a gastronomia de Salvador com um restaurante que funciona na sua própria casa
Leia mais +

TRABALHO E MATERNIDADE: UMA RECEITA DE SUPERAÇÃO

Confeiteira cria negócio de sucesso, com produção limitada, para conciliar trabalho e maternidade  
Leia mais +

FUNCIONÁRIO OU SÓCIO? VEJA VANTAGENS E IMPLICAÇÕES

Visando crescimento, algumas empresas transformam funcionários em sócios. Entenda as vantagens e os cuidados dessa operação
Leia mais +

ACESSIBILIDADE DIGITAL GERA INCLUSÃO

Ao implementar novas soluções tecnológicas e medidas simples para aumentar a acessibilidade, é possível diminuir barreiras para milhões de potenciais clientes  
Leia mais +

CULINÁRIA DA ÍNDIA: DA GEOGRAFIA A ESPIRUTALIDADE

A explosão de sabores da culinária da Índia intriga o Ocidente desde as grandes navegações e reflete toda a diversidade de um país gigante
Leia mais +

EMBALIXO TRAZ INOVAÇÃO E SUSTENTABILIDADE

Tratar o lixo como algo transformador é o principal objetivo da empresa, que conta com uma linha vegana e antivírus inédita para inativar a COVID-19  
Leia mais +
Beats GT, você encontra aqui! E aí, aonde Beats vai te levar hoje?
Beats Senses, você encontra aqui! E aí, aonde Beats vai te levar hoje?
Promoção Cada U Faz o Bem
Concorra a R$ 1 milhão no sorteio final
Participe!