Conteúdo principal
Compartilhe

Qual tempero usar para cada tipo de carne?

O tempero ideal para cada tipo carne que deixará seus pratos mais saborosos

Quando pensamos em cozinhar carnes, já associamos os temperos que devemos usar. Cada tipo de carne tem o seu indicado. Para você não se perder e muito menos errar o ponto, hoje, o Blog Assaí dará dicas incríveis para você temperar a sua carne.

Carnes vermelhas

No geral, as carnes vermelhas combinam com temperos mais fortes, que, a depender do prato, podem ser preparados com antecedência ou mesmo no momento do cozimento. Os bifes conseguem absorver os temperos mais rapidamente e, por isso, temperá-los 30 minutos antes do preparo já pode ser suficiente. Aposte em temperos que têm ação antifúngica e que auxiliam na digestão. Alguns dos principais utilizados em carnes são:

Alho: tem ação antifúngica, antibiótica e auxilia a digestão. Se utilizado com moderação, realça o sabor do alimento.

Curry: é uma mistura de diversas especiarias antioxidantes, que lhe conferem um sabor picante e um aroma marcante.

Noz-moscada: auxilia a digestão.

Além desses, os temperos prediletos para se usar nas carnes vermelhas são alecrim, que dá uma leveza ao prato, cominho e pimenta-do-reino.

Carne assada: alho granulado, cebola, cebolinha, chimichurri, cominho, cravo-da-índia, gengibre fresco ralado, pimenta calabresa, pimenta chilli, raiz-forte (para assados com molho), salsa, mostarda em pó e tomilho.

Carne grelhada: alecrim, chimichurri, coentro e pimenta calabresa.

Carne cozida ou ensopada: cominho, louro, mostarda, noz-moscada, orégano, páprica doce ou picante, pimenta-da-jamaica, salsão, salsinha, zimbro, curry, gengibre fresco ralado e tomilho.

Os temperos utilizados em carnes cozidas são aqueles que combinam com a composição de molhos diversos, em especial molhos vermelhos e molho madeira.

Carnes brancas de aves

As carnes de aves têm um sabor um pouco menos forte que o das carnes vermelhas e uma mastigação mais fácil, porém, aconselha-se temperar as carnes de frango com antecedência, pois elas demoram mais para absorver os temperos.

Os temperos que mais combinam com esse tipo de carne são:

Alho: possui ação antifúngica e antibiótica.

Tomilho: realça o sabor, além de ser digestivo.

Açafrão: anti-inflamatório e hepatoprotetor.

Além desses, os temperos mais utilizados, aplicáveis em qualquer receita, seja de ensopados, assados, cozidos ou grelhados, etc., são: manjericão, cebola, folhas de louro, coentro, salsa, canela, sálvia, açafrão, limão, manjerona e orégano.

Frangos cozidos: o uso de alecrim, canela e orégano é excelente para a sua composição. Em caso de molhos apimentados, a páprica é um bom tempero. Caso deseje adoçar a sua receita, a combinação de anis-estrelado com canela pode trazer uma mistura interessante.

Frangos assados: o ideal é alecrim. Um tempero com alecrim, alho e coentro pode trazer um sabor delicioso.

Carnes de peixes

Em caso de peixes, não há necessidade de exagerar em temperos, pois são carnes de aroma e sabor muito leves. Por isso, uma boa combinação é sal, alho e um pouco de pimenta-do-reino. A depender do tipo de peixe, temperos ácidos, como limão e vinagre, ajudam a dar mais consistência à carne. O ideal é utilizá-los na hora de servir, para não correr o risco de desmanchar a fibra do peixe.

Dill: rico em sais minerais, é diurético e ajuda a reduzir o excesso de gases.

Mostarda: tem propriedades digestivas, antibacterianas e antioxidantes.

Estragão: tem sabor delicado, que combina com a carne de peixe e estimula o apetite.

Além desses, podem ser utilizados manjericão, alecrim, sálvia, manjerona, louro, segurelha e tomilho, que darão um sabor diferenciado à carne do peixe. Deve-se apenas ter o cuidado de não misturar muitos temperos, para não cobrir o real sabor da carne e acabar estragando a receita. Em peixes inteiros, é importante não se esquecer de temperar dentro da carne também.

Outras dicas

O ato de marinar serve para amaciar e acentuar o sabor da carne, por meio da imersão em um líquido ácido (como vinagre, suco de limão, vinho, etc.) com temperos e ervas. No entanto, depois de mais de duas horas na marinada, a carne começa a cozinhar a frio! Portanto, não deixe passar desse tempo e lembre-se de não deixar marinando fora da geladeira por mais de 30 minutos.

Além disso, se você usar ervas desidratadas, saiba que elas são mais concentradas. O ideal é diminuir a quantidade.

E, para quem não é fã de pimenta, o truque é usar as chamadas aromáticas – cheirosas e saborosas, possuem uma ardência bem leve.

Noz-moscada e pimenta-do-reino são mais saborosas se raladas na hora, bem como outras pimentas e especiarias.

 

Quer encontrar mais dicas como essas? Continue acompanhando o Blog Assaí e fique por dentro das novidades em primeira mão!

Você também pode
gostar de:

Assaí e Make-A-Wish®Brasil: transformando sonhos em realidade

Uma parceria para realizar sonhos de crianças, dando a elas mais força e esperança.

ASSAÍ HOMENAGEIA PÉ DE JATOBÁ CENTENÁRIO EM LIMEIRA

Conheça a história por trás do lindo pé de jatobá da loja Assaí Limeira que fez história na cidade!

Sorvetes, receitas diferentes para incrementar o menu

Sabores diferentes de sorvete para agradar ao seu público