Conteúdo principal
Compartilhe

Comemore um Natal sustentável, sem desperdícios e delicioso!

Aproveite o espírito natalino e se organize para uma celebração especial e consciente. Confira as nossas dicas!

O final do ano está chegando e, com ele, as preparações para o Natal e o Ano Novo ganham cada vez mais força. A época, que reforça a importância de passarmos tempo com quem mais amamos, também traz consigo muitos planos para o futuro, presentes, comemorações e... comilança!

Vamos mostrar para você que é possível, sim, curtir muito esses dias, mas sem deixar de lado a preocupação com o desperdício de alimentos e demais questões que prejudicam o meio ambiente – e até com a sua saúde! Confira como fazer isso e já comece a se organizar para a época mais esperada do ano.

PLANEJE O CARDÁPIO COM ANTECEDÊNCIA

O planejamento é algo essencial para tudo na vida. Inclusive, para garantir um Natal mais consciente. Por isso, é importante pensar com bastante antecedência, calma e muito carinho sobre quantas pessoas irão comparecer à festa e, também, no cardápio que será servido.

Vale levar em consideração se existem pessoas com restrições alimentares, - com intolerância à glúten ou à lactose, por exemplo, - e se serão oferecidas opções vegetarianas e/ou veganas para convidados que não comem carne e outros produtos de origem animal.

FAÇA UMA LISTA ANTES DE IR ÀS COMPRAS

Agora que você já planejou o cardápio natalino, sabe quais são os ingredientes necessários para preparar as suas receitas, certo? Então, o próximo passo é fazer uma lista dos itens que precisam ser comprados. Faça isso com calma e, se possível, com a ajuda de alguém – assim será mais difícil esquecer algum ingrediente importante e você evitará a correria de ter que retornar ao mercado!

USE OS ALIMENTOS POR COMPLETO

Uma dica importante para fazer um Natal mais sustentável é tentar aproveitar ao máximo todos os alimentos. Talos, cascas, folhas e sementes podem ser reaproveitados em outras receitas, deixando os preparos mais nutritivos, sabia? 

Dica: os talos dos vegetais funcionam muito bem quando utilizados para fazer bolinhos fritos, que podem ser servidos como entrada no seu jantar. Basta fazer uma massa com ovos, leite e farinha de trigo, incorporar os talos, fazer o formato de bolinho e fritar. Ainda, existem outras opções incríveis de receitas feitas com sobras de alimentos. Dê uma olhada e se inspire!

REAPROVEITE/CONGELE/DOE O QUE SOBROU

A ceia foi farta e sobrou bastante comida? Então reaproveite as sobras nas refeições seguintes! Também, verifique o que pode ser congelado e o que você pode doar para quem precisa, colocando em prática o espírito natalino.

FAÇA UMA DECORAÇÃO SUSTENTÁVEL

Na hora de preparar a mesa, opte por louças duráveis, deixando de lado os utensílios de plástico, pois eles são descartados logo após o uso. Ainda, a decoração pode ser feita com enfeites recicláveis e, se você utilizar lâmpadas, opte por aquelas de baixo consumo – e não se esqueça de apagá-las antes de dormir. Assim, você economiza energia, poupa dinheiro e o meio ambiente agradece!

TENHA ATENÇÃO COM AS EMBALAGENS!

Outra dica importante para ajudar a manter o Natal mais sustentável e consciente é ficar atento(a) às embalagens de presentes. Opte pela menor quantidade possível de pacotes e, se possível, escolha as embalagens que podem ser reutilizadas, evitando a geração de lixo.

Viu só como é possível ter um Natal com menos desperdício mudando pequenas atitudes da sua rotina? Gostou das nossas dicas? Então continue acompanhando o Blog Assaí para conferir muitas outras informações legais para o seu dia a dia!

Você também pode
gostar de:

Pão amanhecido pode resultar em receitas deliciosas!

Sobraram pães de ontem? Reutilize-os para fazer pratos fáceis e cheios de sabor!

Os benefícios da atividade física para o corpo e para a mente

Fortalecimento das articulações e dos ossos, melhora da autoestima e redução do estresse são algumas das melhori

Mantendo os pequenos entretidos durante as férias escolares

Junto com a chegada do final do ano, também se aproximam as férias das crianças.