Conteúdo principal
Compartilhe

Investimento Social: como aplicar na minha empresa?

Micro e pequenas empresas também podem se dedicar ao investimento social

O investimento social diz respeito ao envolvimento de empresas ou indivíduos em projetos de interesse público. Quer dizer, assumir responsabilidades que agreguem valores para além do lucro. Um investimento feito para a sociedade.

É, na maioria das vezes, escolhido por temas de afinidade dos sócios ou por estar intimamente ligado à área de atuação da empresa. Contudo, de acordo com a diretora-executiva do Instituto GPA, Susy Yoshimura, a melhor maneira de a empresa iniciar o investimento social é escolher temas que sejam importantes para a sociedade. E, também, que estejam alinhados ao negócio do empresário. “Existem muitas demandas sociais de que as empresas são solicitadas a fazer parte. Se essas necessidades são legítimas e a forma de implementá-las também for, provavelmente haverá um retorno social para a comunidade”, explica.

No entanto, são poucos assuntos que, além de serem importantes para a sociedade, também estão alinhados ao negócio. Escolher esse ponto de convergência (entre a necessidade da comunidade e como o negócio pode, de fato, contribuir) é o que pode fazer a diferença na transformação e no impacto dessa iniciativa social.

O que faz sentido alinhar ao meu negócio?

O primeiro passo para que o investimento social seja bem-sucedido é fazer boas escolhas. O que, segundo a diretora, nem sempre é tarefa fácil. Escolher onde atuar ou mesmo em que investir deve levar em conta o entorno onde a empresa ou o empresário está inserido ou a adoção de critérios pessoais. “Há de ser observada a vontade genuína de fazer aquilo. Uma das grandes questões é olhar o que está acontecendo à minha volta. Por exemplo, eu vou me preocupar com os problemas que estão mais próximos de mim ou os mais afastados? Todos os temas são importantes, mas talvez você tenha mais condições de agregar valor atuando naquilo que está no entorno do seu negócio”, defende.

Construa algo que um dia possa ser sustentável sem você

A outra questão do investimento social é escolher algo que seja sustentável no futuro sem você. Senão, você cai em uma questão de que a ação só funciona se você estiver inserido nela. “Como apoiar um tema que, a médio e longo prazo, não seja tão dependente de mim como no começo? Observe quem são os atores que atuam em sua comunidade e veja como apoiá-los e mobilizar mais pessoas que possam fortalecê-los, como escolas, instituições sociais, associações etc. Aprenda a entender os impactos para poder ver os resultados e evoluir”, ensina Susy.

Impacto também para sua empresa

“É importante conciliar o ganho para a sociedade, a autorrealização com retorno para a comunidade e também o resultado para o negócio. Senão, você corre o risco de a pessoa desistir para focar no seu negócio, o que não torna a escolha sustentável. Desenvolva algo que traga retorno de maneira equilibrada para todos. Tem que ser um ganha-ganha”, orienta Susy. 

O futuro também depende de nós 

“A gente vê todos os dias nos jornais e na televisão uma série de problemas na sociedade. Sejam de desigualdade, de pobreza, violência ou corrupção. A gente só vai de fato conseguir ver notícias diferentes quando entender que cada um é responsável por construir uma sociedade melhor. Para isso, temos que participar atuando sobre ela, seja na minha cidade, no meu bairro ou na minha rua. Para que os nossos negócios sejam cada vez mais saudáveis e prósperos, a gente precisa construir uma sociedade próspera”, conclui a diretora-executiva do Instituto GPA.

Curtiu o conteúdo sobre investimento social do Blog Assaí Bons Negócios? Aproveite para compartilhar com os amigos e familiares  sobre este assunto. Estar com você. Esse é o nosso negócio!

Você também pode
gostar de:

Dicas para controlar as despesas no começo de ano

É importante prever alguns gastos no começo de ano e controlar o orçamento já nos primeiros meses

Como manter as crianças com atividades de férias em casa

Veja como entreter os pequenos para aproveitar ainda mais as férias em casa

Como melhorar a prática de exercícios no dia a dia

Mesmo em casa ou na ida para o trabalho, é possível aumentar a prática de exercícios