Conteúdo principal

vendas

Compartilhe

Dicas para melhorar as vendas de pães e doces

Vamos dar ideias para melhorar o negócio de quem vende pães e doces ou trabalha com panificação!

Olha só estas dicas saindo do forno! O pãozinho faz parte do dia a dia dos brasileiros e, para quem trabalha com pães e doces, é um prato cheio, não é mesmo? No entanto, é preciso atender às expectativas dos clientes e buscar novas formas de melhorar o serviço e lucrar ainda mais.

É por isso que hoje vamos falar sobre como investir melhor no seu negócio e transformar a panificação em algo mais rentável, saudável e lucrativo para o seu bolso. Se você está precisando de uma repaginada e quer inovar, fique atento(a) e acompanhe tudo com a gente!

 

1 - Foque a qualidade e tenha um diferencial

Sabemos que existem diversos negócios de pães e doces. Além de saborosos, eles precisam ter algo a mais para que os clientes se sintam satisfeitos e voltem a consumir o seu produto.

O primeiro ponto é acertar na qualidade: conforme você for crescendo e expandindo o seu trabalho, busque sempre melhorar a qualidade dos ingredientes, bem como do atendimento, das embalagens e da entrega. Isso vai tornar o seu negócio ainda mais profissionalizado e diferenciado.

 

2 - Invista em bons equipamentos

A demanda de pães e doces costuma ser grande, por isso, você precisa otimizar o seu tempo e produzir em quantidade suficiente para atender a diversos pedidos todos os dias. 

Se você é um(a) profissional autônomo(a) e não tem mão de obra inicial, o que pode ajudar muito são bons equipamentos: fornos, batedeiras, geladeiras e congeladores de qualidade são essenciais para ajudá-lo(a) no dia a dia e fazer o seu negócio render ainda mais!

 

3 - Cardápio fixo sob encomenda

É sempre importante ter um produto “carro-chefe” para manter as vendas e controlar a sua produção no dia a dia. No entanto, você também pode adaptar o seu cardápio para diferentes datas, eventos e tendências.

Se você perceber qualquer novidade no mercado de pães e doces, experimente inserir no cardápio e divulgue para os seus clientes. Se a demanda for boa, você poderá até incorporar o novo sabor ou produto conforme a demanda.

 

4 - Ofereça experimentação aos seus clientes

Você pode até ter um sabor novo e delicioso para pôr à venda, mas pode ser que ele não se torne popular com muita facilidade. Por isso, a experimentação de produtos ajuda a gerar uma relação com o seu consumidor e a impulsionar a compra.

Que tal deixar uma cestinha com pequenas porções para os clientes se servirem no balcão da sua loja? Ou, assim que eles estiverem fazendo o pedido, você sugere que experimentem o produto para que tirem a dúvida do que querem levar?

 

5 - Renove seu espaço ou invista em embalagens criativas

Para quem tem um ponto fixo, é importante ter um espaço ambientado e preparado para receber os clientes com conforto, higiene e bem-estar. Se eles se sentirem bem na sua loja e forem bem servidos, vão querer voltar para consumir mais e também indicá-la a outras pessoas!

Deixe a vitrine sempre recheada, vistosa e organizada. Coloque os preços corretos nas mercadorias, abasteça as prateleiras, cheque o funcionamento das geladeiras e sinalize todos os setores do seu comércio.

Já para quem trabalha sob encomenda ou tem comércio ambulante, a grande sacada é inovar e cuidar sempre de como o produto é apresentado, investindo em embalagens duráveis, de qualidade, e que sejam a cara do seu negócio. Essa é uma forma de chamar a atenção com uma ótima primeira impressão.

 

6 - Ações promocionais e kits exclusivos

Outra coisa que os clientes adoram é uma boa promoção e uma venda diferenciada. Monte combos exclusivos, faça cestas de café da manhã, kits com várias delícias, um cartão comemorativo ou, até mesmo, um combo “leve 2, pague 1”.

Qualquer forma de vender com um desconto ou inovação a mais já pode ser um grande passo para impulsionar a sua venda de pães e doces no seu negócio.

 

Além disso, também sabemos que a propaganda é a alma do negócio e quem não utiliza as redes sociais e o meio digital para se promover está perdendo a chance de lucrar! 

Por isso, mantenha sempre um canal ativo para mostrar as novidades para os clientes, anunciar produtos, recolher sugestões e falar sobre o funcionamento do seu negócio. Isso fará com que seu empreendimento ganhe mais vida e esteja mais presente no dia a dia dos clientes!

Que as vendas comecem e o resultado do seu investimento seja um sucesso com essas dicas! Gostou? Esperamos ter ajudado a melhorar o trabalho do seu negócio focado em panificação e confeitaria.

Fique de olho nas novidades do Assaí Atacadista e aproveite a Quinzena do Comerciante para abastecer a sua loja com qualidade, variedade e economia. Tem oferta especial para nossos clientes lojistas e também para a sua casa. Venha até a loja Assaí mais próxima de você e aproveite! 

Assaí, sempre o seu melhor negócio.

Você também pode
gostar de:

Compartilhe

Ideias de negócios de alimentos para você começar a empreender

Quer trabalhar com alimentos? Confira algumas dicas de negócio para você investir e vender!

 

O comércio de alimentos no Brasil é um dos setores com maior índice de profissionais independentes, que começam a produzir (em sua maioria) em casa para vender aos amigos e familiares e de porta em porta até que o negócio cresça e se aprimore.

Porém, existem diversas especialidades para quem quer investir em um 

empreendimento de alimentos, em um modelo de vendas que pode ser por encomenda, com ponto físico ou comércio ambulante.

São vários perfis de negócio e também de público, que procura um serviço cada vez mais especializado e de qualidade para atender a todas as suas expectativas. 

O que vemos muito por aí são negócios familiares, que começam com uma receita de família ou uma ideia improvisada e, aos poucos, vão se tornando o sustento da casa. Outro cenário muito comum é o de profissionais que resolvem mudar de área e trocam de carreira para seguir um sonho ou vender alimentos.

Não importa de onde você vem ou aonde quer chegar: o que interessa é se dedicar e pesquisar sobre todas as possibilidades possíveis para você investir, fazer o que gosta e também oferecer algo de qualidade para os seus clientes.

 

Quer dicas de qual área seguir no setor de alimentos? Lá vão algumas sugestões:

  • Confeitaria: especialização em doces artesanais com preparação e decoração de bolos, tortas, biscoitos, sobremesas e doces finos.

  • Bares e lanchonetes: serviço de atendimento com local fixo e venda de lanches rápidos, petiscos, combos, porções e alimentos em geral para consumo imediato.

  • Restaurantes: serviço de buffet por quilo ou pratos à la carte, com atendimento em local fixo ou sistema de delivery em horário de almoço ou jantar.

  • Hot Dog: venda ambulante de lanches feitos na hora, na chapa, utilizando salsicha e diversos acompanhamentos. Pode trabalhar com delivery também.

  • Pizzaria: venda de pizzas e massas dos mais diversos sabores, com consumo e retirada no local ou entrega em domicílio.

  • Panificação: especialização em pães artesanais, massas e aperitivos com massa de fermentação natural. Pode trabalhar sob encomenda ou no sistema de padarias.

  • Marmitas: venda de refeições prontas, frescas ou congeladas, embaladas em marmitas prontas para o consumo. O sistema de delivery, nesse caso, é o mais comum.

  • Hamburgueria: venda de lanches rápidos com serviço de ambulante, ponto fixo ou delivery e produção artesanal de hambúrgueres de diversos tipos – e até no sistema de franquias em redes de fast food.

  • Salgados: venda de salgados artesanais para venda terceirizada, eventos, rede de padarias e aniversários, com foco em venda por quilo ou unidade.

  • Produtos naturais: serviço focado em artigos de produtos naturais, orgânicos, a granel, veganos, glúten free, etc.

  • Bebidas: venda de bebidas com loja de distribuição a pronta entrega ou retirada no local.

Viu só? Existem muitos modelos de negócios para quem quer trabalhar com alimentos – esses e muitos outros!

Se você planeja investir nessa área e se especializar em um setor, esperamos ter ajudado a clarear as suas ideias! Lembre-se de adquirir todos os ingredientes das suas receitas e a matéria-prima do seu empreendimento no Assaí Atacadista! 

Nossa parceria com comerciantes é grande: todo ano, fazemos um festival de preço baixo para quem vende alimentos e procura o melhor custo-benefício sempre. Continue navegando no Blog Assaí para mais conteúdos exclusivos! 

Você também pode
gostar de:

Compartilhe

Como aproveitar o Dia das Mães para vender mais!

Você está planejando algo novo para aumentar as vendas neste Dia das Mães? Vamos falar sobre o assunto e dar dicas importantes a quem trabalha com alimentos!

O Dia das Mães acontece em 9 de maio deste ano, mas já está na hora de começar a pensar em estratégias e oportunidades para o seu negócio e melhorar as vendas para o mês que vem.

A data é muito tradicional no calendário comercial, pois todo filho gosta de presentear sua mãe e retribuir o carinho e o cuidado recebidos desde sempre. Para quem trabalha com alimentos, é uma oportunidade e tanto para lucrar mais!

A ocasião é perfeita para potencializar a venda de doces, bolos, chocolates, minissalgados, tortas, cestas de café da manhã, assados, entre outros. O cardápio é variado e todos podem aproveitar para inovar e atrair mais clientes.

Por isso, é preciso se preparar desde já para não perder o movimento do mercado e conseguir oferecer mais produtos e serviços para os seus consumidores, com uma promoção, um brinde exclusivo, uma ação para as mães se sentirem especiais, etc.

Como o atual momento ainda é de isolamento e de repensar as maneiras de investir, produzir e comercializar, vamos dar umas dicas a você que ainda não decidiu o que fazer!

 

TAKE AWAY

“Take away” é uma expressão em inglês que pode ser traduzida como “pegar e levar”, em que o estabelecimento produz e o cliente faz a retirada no balcão para levar para casa.

Diferentemente do delivery, que faz a entrega em casa, o take away pode ser uma alternativa para pequenos comerciantes conseguirem fechar negócio sem ter custos extras.

Essa modalidade de vendas pode ser excelente para bares e restaurantes ou até mesmo para quem produz em casa, transformando a própria residência em um ponto de vendas.

 

VENDAS ONLINE E DELIVERY

Outras formas de manter o saldo positivo e conseguir efetuar as suas entregas por encomenda e pedidos do dia a dia são o delivery e a venda online. O delivery funciona tanto por apps de comida ou por meio de motoentrega. Já as vendas online podem ser por redes sociais, sites ou plataformas virtuais que hospedam o seu negócio.

Converse com seus clientes para negociar e fechar pedidos e dê a opção de entrega grátis no Dia das Mães, que tal? Assim, você já une o útil ao agradável.

 

RESERVA ANTECIPADA

Se o seu comércio de alimentos tem espaço para consumir no local, é legal montar uma agenda de reservas para que os clientes possam se programar e você também. Inclusive, muitas cidades estão com redução no horário do comércio ou restrições por conta da pandemia, por isso, essa é uma forma de agir de acordo com as necessidades do momento, mas sem prejudicar o seu estabelecimento.

 

KITS ESPECIAIS

Mesmo com a restrição de cardápio ou a redução do volume de produção, você pode sugerir melhorias e inovar no seu negócio! Que tal bolar kits comemorativos com itens e preços especiais para o Dia das Mães? Essa é uma forma de fazer um bom giro de caixa e ainda experimentar ações novas, que podem trazer bons retornos e lucratividade.

 

PROMOÇÕES ESTENDIDAS

Sabemos que o ano é atípico, tanto para o comércio quanto para os consumidores. Por isso, um jeito legal de potencializar sua estratégia de vendas é dar mais opções para o seu cliente ou dar mais tempo para ele pagar!

Apesar da data comemorativa ir até o dia 9 de maio, você pode oferecer um preço promocional ou algum brinde exclusivo por mais 1 ou 2 semanas, mantendo o cliente por perto, para que ele ainda tenha a oportunidade de aproveitar o seu produto. Essa é uma forma de reter mais contatos e estender as suas formas de lucrar.

 

Estamos todos na expectativa de como será o movimento e a participação dos consumidores neste Dia das Mães, mas, com certeza, essas dicas podem ajudá-lo(a) a redefinir estratégias e a conseguir ampliar as possibilidades.

Se você produz alimentos ou tem um negócio que vende comidas, bebidas e artigos essenciais, conte com o Assaí Atacadista para continuar economizando em matéria-prima e fechar o mês no azul! Desejamos que este Dia das Mães seja extremamente positivo para o seu comércio e para todas as famílias.

 

Você também pode
gostar de:

Compartilhe

Navegue pela história do comércio no Brasil

Saiba como surgiu o modelo de comércio no Brasil como conhecemos hoje

Você sabe como surgiu o comércio no Brasil? Uma história que vem desde as navegações até chegar ao modelo de compra e venda que conhecemos.

Antigamente, a troca de produtos era o jeito mais comum de adquirir algo, sejam bens duráveis ou até mesmo alimentos no dia a dia. Um grande mercado de rua que atraía trocadores de todos os tipos.

Conforme o avanço social e tecnológico ao longo dos anos, estabeleceu-se um modelo de negócios um pouco mais elaborado para atribuir o valor adequado a cada produto.

A partir da idade moderna, em meados do século XVIII, o comércio se fortaleceu pelo mundo, envolvendo interesses políticos e comerciais. Assim, surgiu a ideia de criar uma moeda de troca para tornar a negociação mais justa.

A primeira delas foi o sal, alimento base para qualquer receita na cozinha quente. É por isso que usamos o termo salário no dia a dia, referente à moeda que ganhamos em troca do trabalho mensal.

Com o comércio a todo vapor, o Brasil começou a receber grandes navegações, vindas de países como Inglaterra, França e Portugal, que desembarcavam nos portos tanto para vender quanto para levar produtos, já que o nosso país é uma grande fonte de matéria-prima até os dias de hoje.

Aos poucos, o comércio foi crescendo e estabeleceu-se um sistema estruturado, o que foi essencial para aprimorar o uso do alfabeto e dos números, pois sua complexidade aumentava cada vez mais.

É por isso que, atualmente, precisamos comprar e vender para que o mercado ganhe giro e as mercadorias possam ser adquiridas por todos. Um modelo equilibrado que gera oportunidade a diversos empreendedores!

E você? Gosta de empreender ou possui negócio próprio? Então aproveite o nosso Festival do Comerciante durante todo o mês de julho no Assaí Atacadista com as melhores ofertas para a sua compra valer a pena!

Acompanhe sempre o Blog Assaí para muitas novidades, receitas, informações e curiosidades em primeira mão!

Você também pode
gostar de:

Subscrever RSS - vendas