Conteúdo principal

culinária

Compartilhe

Conheça os principais benefícios de cozinhar e inspire-se!

Nem sempre dá tempo de se alimentar em casa todos os dias da semana, não é mesmo? A rotina corrida e os vários compromissos que surgem podem dificultar esse hábito. Apesar de tudo isso, cozinhar em casa vale a pena, sim! E se você ainda tem dúvidas quanto a isso, continue acompanhando o nosso texto e veja alguns dos principais benefícios de cozinhar.

5 BENEFÍCIOS DE COZINHAR

1. MAIOR CONTROLE SOBRE AS SUAS REFEIÇÕES

Um dos principais benefícios de cozinhar é saber exatamente quais são os ingredientes que compõem cada prato. Assim, você basicamente tem a sua saúde nas suas mãos!

Você pode controlar a quantidade de sal, de açúcar, de pimenta e de gordura que vai em cada prato. Também garante que todos os ingredientes foram muito bem escolhidos e lavados antes do preparo. O resultado é uma refeição feita 100% para o seu gosto e, no fim, quem agradece é a sua saúde!

Uma dica para você ter um bom controle sobre as suas refeições é investir em “alimentos de verdade” – desembrulhe menos e descasque mais! Use e abuse dos ingredientes frescos e das ervas para deixar os seus pratos com a sua cara e descubra quais são os seus sabores preferidos.

2. APRENDE A USAR OS ALIMENTOS POR COMPLETO

Quando você cria o hábito de cozinhar, também acaba fazendo bem para o meio ambiente, pois desenvolve novas habilidades culinárias. Uma delas é fazer o reaproveitamento de alimentos, evitando o desperdício.

Os talos dos legumes são ótimos para o preparo de sopas e as cascas de frutas podem virar sucos deliciosos e saudáveis. Já o pão amanhecido pode resultar em receitas deliciosas para o dia seguinte! E assim, reaproveitando os alimentos, chegamos ao próximo dos benefícios de cozinhar...

3. ECONOMIZA DINHEIRO!

Quando você faz compras conscientes e utiliza os alimentos por completo, você economiza dinheiro. Também, comprar os alimentos no mercado dá uma enorme liberdade para você – liberdade essa que você não tem quando come fora. Afinal, um mesmo ingrediente pode ser transformado em diversas receitas. Para isso, uma dica é fazer uma lista antes de ir ao mercado e apostar nos ingredientes da época, que são mais baratos!

Aproveite estes alimentos que estão com um preço melhor e já garanta a refeição para a semana. Dependendo das receitas, elas podem ser feitas em maior quantidade e congeladas, sendo consumidas com o passar do tempo. Assim, você poupa tempo de cozinha no futuro e, ainda, tem uma economia preciosa ao final do mês.

4. DESENVOLVE NOVAS HABILIDADES

Aprender algo novo sempre é bom e estimulante. E esse é mais um dos benefícios de cozinhar! Sempre surgem novas receitas para testar e, assim, novas habilidades para desenvolver.

Vale lembrar que cozinhar é um ato que estimula o cérebro e ajuda a desenvolver o paladar, o olfato, o tato, entre outros sentidos. Também te auxilia a se tornar uma pessoa mais criativa e organizada e traz mais autonomia, autoconhecimento e independência. Isso acontece porque você entende que é capaz de preparar o que quiser, na hora de quiser, sem depender de ninguém.

5. APROVEITA BONS MOMENTOS

Um dos grandes benefícios de cozinhar é aproveitar o momento por completo, sem se preocupar com o que acontece ao redor. Cada prato pensado com carinho para quem irá comer, cozinhar é um ato de amor e de cuidado! Ainda, preparar as suas refeições te ajuda a se tornar um consumidor mais consciente e sustentável.

E então, você já tem o hábito de preparar as suas próprias refeições? Gostou de saber um pouco mais sobre os principais benefícios de cozinhar? Fique sempre de olho no Blog Assaí para estar por dentro das melhores dicas e novidades para o seu dia a dia!

Você também pode
gostar de:

Compartilhe

Quais são os melhores óleos para cozinhar?

Óleo de coco, manteiga ghee, gordura animal, óleo de palma, azeite de oliva... São várias as opções de óleos e demais alternativas para preparar as suas receitas. Confira!

Os óleos são ingredientes importantes na hora do preparo de diversas receitas, porém, uma dúvida comum que paira na cabeça das pessoas é: quais são os melhores óleos para cozinhar cada preparo?

Ainda, além dos óleos, também existem pessoas que optam por outras alternativas nas suas receitas, como o azeite de oliva, a manteiga e a banha animal. Ou seja: as opções são muitas!

Para ajudá-lo a conhecer um pouco mais sobre os principais tipos de óleos e suas alternativas na hora de cozinhar, preparamos essa matéria. Acompanhe!

MELHORES ÓLEOS PARA COZINHAR PRATOS QUENTES

ÓLEO DE COCO

Impossível falar sobre os melhores óleos para cozinhar e não citar o óleo de coco. Rico em vitamina E e antioxidantes, ele é super-resistente ao calor, podendo ser submetido a altas temperaturas sem perder as suas propriedades nutricionais. Ainda, o óleo de coco pode ser conservado em temperatura ambiente por vários meses.

Inclusive, ele é muito versátil! Além de ser utilizado em receitas, também é um ingrediente adotado por muitas pessoas para fazer hidratação na pele e nos cabelos.

ÓLEO DE PALMA

Também conhecido como azeite de dendê, ele é derivado dos frutos das árvores de palmeiras e é uma boa opção para quem está em busca de um óleo mais saudável para cozinhar. Rico em vitamina E e em coenzima 10, o óleo de palma permanece estável sob altas temperaturas, não sofrendo alterações quando aquecido.

MANTEIGA E MANTEIGA GHEE (CLARIFICADA)

Além de deixar as receitas mais cremosas e com um toque especial, a manteiga é facilmente metabolizada pelo organismo e é rica em vitaminas A, E, K e ácidos graxos. Ainda, melhor do que a manteiga tradicional, uma opção mais saudável é a manteiga ghee (clarificada). Diferentemente da manteiga tradicional, ela tem um teor de lactose e proteína do leite extremamente baixo e um ponto de fusão mais alto do que a manteiga normal, sendo uma ótima opção para fritar ou refogar alimentos.

Melhores óleos para cozinhar: manteiga ghee

BANHA

Entre as melhores alternativas para cozinhar, também podemos citar a gordura animal, mais especificamente a banha de porco. Atingindo rapidamente a temperatura ideal para fritar os alimentos, ela é natural e conta com ingredientes benéficos para a saúde, como vitaminas B e C e minerais como o ferro e o fósforo.

Como você pode ver, são várias as opções de óleos e demais alternativas para garantir receitas gostosas. Porém, seja qual for a sua escolha, lembre-se sempre de moderar na quantidade de óleo utilizado, afinal, ele é uma fonte de gordura e, em excesso, pode prejudicar o funcionamento do seu organismo.

OPÇÕES PARA FINALIZAR OS PRATOS

AZEITE DE OLIVA

Vamos começar ressaltando que o azeite de oliva não é o ingrediente mais recomendado para ser aquecido, afinal, quando colocado em temperaturas acima dos 180ºC, ele pode oxidar e perder suas oportunidades. Ainda assim, é uma opção saborosa para finalizar as receitas e dar um toque especial a elas, sejam massas, saladas, bruschetas, entre outros!

Melhores óleos para cozinhar: azeite de oliva

ÓLEO DE LINHAÇA

Assim como o azeite de oliva, o óleo de linhaça não é recomendado para ser submetido a altas temperaturas. Rico em ômega 3, ele pode ser um aliado na melhora da circulação sanguínea e no aumento na absorção de cálcio pelo organismo. Uma dica é usar o óleo de linhaça para temperar saladas, aperitivos e queijos.

Gostou de conhecer um pouco mais sobre os melhores óleos para cozinhar? Quais são os seus preferidos? Para ficar sempre por dentro de novidades e das melhores dicas, continue acompanhando o Blog Assaí!

Você também pode
gostar de:

Compartilhe

Sabores e temperos da comida árabe

Confira os principais temperos e ervas que dão sabor e identidade aos pratos árabes

Você certamente conhece alimentos típicos deliciosos da cozinha árabe, como o quibe e a esfirra. No entanto, os temperos dessa culinária vão muito além e existem diversos pratos irresistíveis para você experimentar.

A gastronomia brasileira é influenciada por muitas culturas e pratos de origem árabe são muito consumidos por aqui. Ricos em variedade, os pratos árabes são também muito apreciados por aliar receitas saudáveis e de baixa caloria.

Com pouca fritura e gordura, a maioria das preparações é cozida, assada ou grelhada. Além disso, os alimentos árabes levam muito sabor, graças ao tempero concentrado e rico em paladar.

Deu água na boca? Então confira algumas receitas deliciosas com o Blog Assaí!

 

TABULE

INGREDIENTES

½ xícara de chá de trigo para quibe

1 xícara de chá de tomates bem picados

1 xícara de chá de salsinha picada

Hortelã picada a gosto

Sal

Pimenta a gosto

1 colher de sopa de suco de limão

3 colheres de sopa de azeite

 

MODO DE PREPARO

1 - Deixe o trigo de molho por uma hora. Depois desse tempo, escorra-o e esprema-o contra o recipiente para retirar toda a água.

2 - Junte o resto dos ingredientes e misture bem.

3 – Sirva como entrada ou prato principal.

 

QUIBE SÍRIO

INGREDIENTES

500 g de trigo para quibe

3 xícaras de chá de água fervente

1 cebola picada

1 xícara de chá de folhas de hortelã picadas

1 cebola picada

Sal a gosto

1 colher de chá de pimenta síria

500 g de carne moída

Óleo para fritar

 

MODO DE PREPARO

1 - Em uma tigela, coloque o trigo, acrescente a água e misture bem. Deixe descansar por 15 minutos, mexendo de vez em quando ou até secar e esfriar.

2 – Em seguida, acrescente os demais ingredientes e passe pelo processador. Faça os quibes e frite em óleo quente por 10 minutos ou até dourar.

3 - Retire do fogo e sirva a seguir.

 

MJADARA (ARROZ COM LENTILHAS)

INGREDIENTES

6 cebolas grandes fatiadas em rodelas finas

½ colher de sopa de óleo

½ colher de sopa de azeite

1 xícara de chá de arroz

1 xícara de chá de lentilhas

Sal a gosto

3 xícaras de chá de água fervente

 

MODO DE PREPARO

1 - Lave bem o arroz e escorra. Lave as lentilhas e deixe-as de molho por uma ou duas horas. Depois, escorra e lave bem.

2 - Refogue a cebola no azeite e no óleo em fogo médio até ficar dourada. Mexa de vez em quando para evitar que queime. Quando estiver dourada, tempere com sal e reserve metade para decorar. Na outra metade, refogue o arroz na frigideira por 2 minutos e junte a lentilha. Passe tudo para uma panela e cubra com a água fervendo. Coloque sal, tomando cuidado para não exceder na quantidade.

3 - Deixe cozinhar em fogo médio com a panela tampada. Se a água secar e o arroz e lentilha ainda não estiverem cozidos, acrescente mais ½ xícara de água fervendo.

4 - Quando estiver pronto, decore com a outra metade das cebolas e sirva acompanhado de salada árabe.

 

BABAGANUSH

INGREDIENTES

2 berinjelas médias

1 dente de alho amassado

2 colheres de sopa de tahine (pasta de gergelim)

2 colheres de sopa de suco de limão

2 colheres de sopa de azeite de oliva extravirgem

Sal e pimenta-do-reino a gosto

Salsinha picada a gosto

Azeite de oliva extravirgem para finalizar

 

MODO DE PREPARO

1 - Com a ponta de um garfo, faça furinhos em toda a superfície das berinjelas. Aqueça uma chapa de ferro ou frigideira e coloque as berinjelas, virando-as de vez em quando. Deixe tostar bem todos os lados até você sentir cheiro de queimado e elas estarem bem murchas. Tire do fogo e deixe descansar um pouco.

2 - Antes de esfriar, faça um corte em todo o comprimento da berinjela. Com a ajuda de uma colher, retire a polpa e coloque em um recipiente, descartando a casca. Com um garfo, amasse essa polpa até formar um purê. Acrescente o alho amassado, o tahine, o suco de limão, o azeite, o sal e a pimenta. Misture bem.

3 - Na hora de levar à mesa, faça sulcos com uma colher, regue com azeite e salpique um pouco de salsinha picada para decorar.

 

Os temperos árabes são ou não são fantásticos? É uma receita mais deliciosa que a outra!

Experimente fazer no seu dia a dia e continue acompanhando o Blog Assaí para mais dicas culinárias e pratos incríveis, fáceis de fazer.

Você também pode
gostar de:

Subscrever RSS - culinária