Compartilhe

Dicas para lidar com dívidas sem surtar

Nada pior do que dívidas para tirar o sono de qualquer pessoa. Para os empreendedores então, um verdadeiro pesadelo. Na atual circunstância da economia brasileira, muitas empresas estão passando por ajustes e cortes. Mesmo assim, é importante manter a cabeça no lugar e agir com calma. Veja abaixo algumas dicas de como controlar as dívidas.

  1. Neste momento de crise, o empreendedor precisa entender com clareza o que tem sido realizado dentro da empresa. Com uma visão ampla do que é gasto e do que entra de dinheiro, fica mais fácil reduzir cortes.
  2. Será necessário prever algumas alterações na empresa no intuito de economizar.  O que acontece com frequência são as comissões feitas de forma errada. O ideal não é dar uma comissão fixa a cada venda, mas, sim, uma comissão menor pelas vendas mais fáceis e uma maior para as mais complexas.
  3. O corte de custos é a primeira atitude tomada pelo empreendedor no momento da crise. Mas todo cuidado é pouco! A empresa deve ser analisada por inteiro para não haver cortes desnecessários ou prejudiciais. Principalmente na hora de cortar funcionários, analise bem a situação para não ter que recontratar pouco tempo depois do corte, por acúmulo de demanda.
  4. Se a dívida já está feita, aprenda a negociar com os credores. Outra dica é tentar reduzir o valor das parcelas da dívida. Uma saída é buscar pagar só os juros, adiando o pagamento da dívida principal.
  5. Faça uma lista de prioridades de pagamento. Se não está sendo viável pagar todas elas, mantenha em dia aquela mais importantes.
  6. Pegar todo o lucro da empresa e usar para pagar todas as dívidas também não é a melhor coisa a se fazer. É preciso olhar para frente e fazer um bom uso do fundo de reserva. Nada de tomar atitudes precipitadas, movido pelo desespero.
  7. A crise não é exclusiva da sua empresa, é generalizada. Portanto, mantenha sua relação boa com credores e clientes. Se alguém está com atraso de pagamento com a sua empresa, lembre-se de que ele pode estar na mesma situação financeira que você. Não arrume atritos.
  8. Reduzir o estoque é uma boa medida para aliviar as contas. Vale lembrar que não é vantagem vender os produtos a preço de banana. O valor da venda deve cobrir, no mínimo, os custos.
  9. Mantenha-se fiel aos seus clientes antigos. Em uma fase difícil de fechar novos negócios, valorizar os contratos já existentes é essencial.

Você também pode
gostar de:

produtos tecnologicos diversos - tecnologia para economizar - Assaí Atacadista

Tecnologia para economizar: 6 aliados da rotina familiar

Saiba como usar a tecnologia para economizar tempo e dinheiro no dia a dia!  

grupo diverso de pessoas empreendedoras - dia do comerciante - networking para comerciantes - Assaí Atacadista

Networking para comerciantes: a amizade que faz o seu negócio crescer

Vamos te contar como fazer conexões com outros empreendedores e fortalecer o networking para comerciantes!  

homem idoso branco e mulher negra empreendedores em um comércio sustentável de rua - Assaí Atacadista

Guia básico para criar um comércio sustentável

Veja o passo a passo essencial para ter um comércio sustentável e contribuir para a preservação do meio ambiente!  

Fornecedores do Assaí

Empresas e indústrias de confiança com produtos de qualidade!