Compartilhe

Conhecendo o público-alvo: turistas

Conhecer o público-alvo é o primeiro passo de qualquer negócio. Quando o estabelecimento é voltado aos turistas, esse passo tem algumas peculiaridades. Para ajudar empreendedores que têm dificuldade em traçar o perfil dos turistas que visitam sua região, o Sebrae publicou uma pesquisa que aponta as características do turista na baixa e alta temporadas no Rio Grande do Sul. Esse documento traz algumas análises que podem ajudar empreendedores de todo o país a entender melhor seus clientes.

Conhecer o estilo de vida dos turistas é o primeiro passo para desvendar o que eles buscam. É importante saber se eles querem opções de lazer, turismo de aventura ou locais interessantes para a prática de atividades físicas, por exemplo.

Outro aspecto importante é levantar informações sobre as origens dos turistas em cada região. No caso de um restaurante, se há uma predominância de turistas estrangeiros de determinado país, é bom que o estabelecimento tenha as informações do cardápio traduzidas para a língua desse país. Se o grande fluxo de turistas for de uma região específica do Brasil, é importante estar preparado para explicar palavras com significados diferentes e ingredientes do cardápio chamados por outros nomes. É antiga a confusão do turista do sul do Brasil que ao ir para a Bahia, por exemplo, pede comida quente e recebe-a apimentada.

É importante saber também que nos destinos turísticos o perfil dos turistas não é homogêneo o ano inteiro. Geralmente há certas diferenças entre as pessoas que visitam um destino em época de baixa temporada e as pessoas que vão durante a alta temporada.

O estudo do Sebrae aponta que nas épocas de baixa temporada o que predomina é o turismo chamado de intra-regional, quando as pessoas da própria região é que vão visitar os atrativos vizinhos. Já durante a alta temporada, esse perfil muda, e aparecem mais turistas de origens distintas e distantes.

Esse tipo de informação é útil para orientar o comerciante sobre suas estratégias. Por exemplo, investir exclusivamente em produtos regionais na baixa temporada pode ser pouco interessante para a maioria dos clientes, que já são da região. Entretanto, esses produtos tendem a fazer muito sucesso entre os turistas da alta temporada, que vêm de outras regiões com interesse em conhecer a cultura do lugar onde estão.

A pesquisa do Sebrae pode ser acessada neste link: Sebrae

Você também pode
gostar de:

Entenda como escolher o café ideal para seu paladar

Confira as dicas de L’or para escolher o café que vai fazer parte dos seus dias

xícaras com café - tipos de café para o Dia Mundial do Café - Assaí Atacadista

10 tipos de café para saborear no Dia Mundial do Café

Conheça tipos de café diferentes e inclua novos sabores na sua rotina! 

casal de homem e mulher fazendo compras - mix de produtos - Assaí Atacadista

Mix de produtos: o que comprar nas lojas do Assaí?

Desvendamos o mistério por trás do mix de produtos do Assaí. Vem ver!

Fornecedores do Assaí.

Empresas e indústrias de confiança com produtos de qualidade!