Compartilhe

A cultura paraense também é negócio

Em alta, a cultura paraense revela uma riqueza regional valiosa para a economia brasileira.

De personalidade forte, marcante e influente, a cultura paraense atrai milhares de pessoas todo ano. Os estados do Pará e Amazonas são responsáveis por concentrar os maiores fluxos de visitantes para o turismo amazônico.

Em 2015, por exemplo, só o estado do Pará alcançou a marca de 1,1 milhão de turistas em visitas ao seu território. O levantamento foi realizado pela Secretaria de Estado de Turismo, que pontuou a importância do estado como motivador econômico.

Sendo o segundo maior estado do Brasil, o Pará representa uma diversidade étnica que de um tempo para cá ganha espaço em todo o país. Com ritmos fortes, culinária marcante e muito gingado, a cultura paraense é recheada de influências indígenas, africanas e europeias.

A fé que move...

As terras paraenses também reúnem muita fé e religião. No segundo domingo de outubro, o estado recebe milhões de devotos de todo o Brasil, para a procissão do Círio de Nazaré, homenagem a Nossa Senhora de Nazaré. A reunião é considerada uma das maiores festas católicas do país.

O Pará dos negócios

No meio de tanta receptividade, o ato de compartilhar emoções pela música, dança, artesanato e culinária se torna cada vez mais nobre. E não para por aí. A cultura paraense também engloba o crescimento nos negócios. Os últimos levantamentos feitos pela Junta Comercial do Estado do Pará (JUCEPA) mostram tal situação. Foram mais de 400 mil empresas ativas em 2016 e mais de 25 mil novas empresas registradas apenas no primeiro semestre do mesmo ano. Esses dados somam aos mais de 20 mil novos cadastros de Microempreendedor Individual (MEI).

Para incentivar o crescimento econômico, além de enaltecer a cultura paraense como destino turístico, o Governo do Estado visa melhorias econômicas a curto, médio e longo prazo. O “Pará 2030”, plano estratégico de desenvolvimento sustentável, visa pontuar o versátil potencial do estado para novos negócios.

Nos cinco pontos de estudo das ações estratégicas, o planejamento relaciona três fases importantes para o crescimento dos negócios locais. A Marca Amazônia – criação de uma marca para produtos feitos na região. A Atração de Investidores – para desenvolver ambientes atrativos para investimentos da iniciativa privada. E a Capacitação e Formação – com o objetivo de planejar a disponibilidade de profissionais capacitados para alavancar desenvolvimento das cadeias do Pará.

Tudo em um só lugar

O Pará também reúne atividades de incentivo para o crescimento empresarial, além de disseminar a cultura paraense, com o Pará Negócios. O evento movimenta o núcleo de empreendedorismo em uma feira de produtos e serviços, com reunião de ideias inovadoras e criativas para o mercado regional. Uma injeção de ânimo aos iniciantes empreendedores.

Além disso, visa um intercâmbio de negócios e de tendências de mercado em níveis nacional e internacional. O evento normalmente acontece no final de cada ano. Promove a preocupação com a cultura paraense e a troca de experiência entre os microempresários e as grandes empresas.

Você também pode
gostar de:

fundo vermelho com fita métrica relógio e prato de comida - receitas rápidas - Assaí Atacadista

4 receitas rápidas e saudáveis para comer no dia a dia

Economize tempo preparando estas receitas rápidas para comer!  

pessoas diversas conversando sobre gestão de restaurante com papeis na mesa - Assaí Atacadista

Gestão de restaurante: 8 mandamentos para o sucesso

Os conhecimentos básicos sobre gestão de restaurante estão aqui

Chá com Água Gelada: entre nessa tendência deliciosa com Leão!

Inove no consumo de bebidas, com o Chá com Água Gelada da Leão!  

Fornecedores do Assaí.

Empresas e indústrias de confiança com produtos de qualidade!