Conteúdo principal

comércio de alimentos

Compartilhe

Seleção das delícias: os melhores acompanhamentos para assistir ao futebol

Saiba quais são os melhores acompanhamentos para servir durante o futebol!

Não tem coisa melhor do que assistir a um jogo de futebol aproveitando um cardápio variado com os melhores acompanhamentos, não é mesmo?

Tão bom quanto saborear a vitória do seu time é degustar vários aperitivos enquanto você assiste a um jogaço na TV! Por isso, selecionamos os alimentos que mais combinam com uma partida de futebol para você fazer em casa, curtindo o Brasileirão Assaí com a família ou no seu negócio!

Prepare um cardápio cheio de delícias para surpreender os clientes e conseguir marcar um golaço nos lucros durante o Brasileirão Assaí 2021. Quer ver as nossas dicas de hoje? Então olho no lance e nas receitas:

 

OS MELHORES ACOMPANHAMENTOS PARA SABOREAR EM CASA

 
  • Pipoca

  • Amendoim, castanhas e nuts

  • Minipastéis

  • Queijos e frios (salames, presuntos e embutidos)

  • Espetinhos/churrasco 

  • Salgadinhos variados

  • Canudinhos de maionese

  • Pizza

  • Dadinhos de tapioca

 

OS MELHORES ACOMPANHAMENTOS PARA VENDER

 

FRANGO À PASSARINHO SUPERCROCANTE

 

INGREDIENTES

12 pedaços de frango cortados na junta (“passarinho”)

5 dentes de alho amassados com sal a gosto

1 cebola bem picada

4 colheres (sopa) de cheiro-verde bem picado

5 colheres (sopa) de suco de limão

1 colher (café) de tempero baiano

1 xícara de farinha de trigo

1 colher (sopa) de orégano

1 colher (chá) de fermento em pó

 

MODO DE PREPARO

1 - Em uma tigela, misture os cortes de frango, o alho amassado, a cebola, o cheiro-verde, o limão e o tempero baiano. Deixe descansar por 10 minutos.

2 - Em uma tigela à parte, misture a farinha de trigo, o orégano e o fermento.

3 - Coloque a segunda mistura em cima da primeira, tampe e agite bem, a fim de que a farinha e os ingredientes se misturem aos pedaços de frango.

4 - Frite em uma panela alta, com óleo bem quente, deixando dourar (por aproximadamente 15 minutos).

5 - Retire da panela, coloque em um papel-toalha para escorrer e disponha em uma travessa, enfeitando com salsa picada. Depois, é só servir!

 

BATATA FRITA COM QUEIJO E BACON

 

INGREDIENTES

400 g de batata frita congelada

100 g de queijo muçarela

200 g de bacon picado em cubinhos

 

MODO DE PREPARO

1 - Frite as batatas como de costume.
2 - Em uma panela com óleo, frite os cubinhos de bacon até eles ficarem crocantes.
3 - Derreta o queijo em um refratário no micro-ondas. Misture o bacon e o queijo.
4 - Coloque por cima das batatas já fritas.
5 - Leve ao forno em temperatura baixa por 5 minutos.
6 - Dica: salpique cheiro-verde a gosto e sirva com molho de maionese verde ou molho de pimenta!

 

BOLINHO DE CARNE (NO ESTILO DE BOTECO)

 

INGREDIENTES

1 pão francês amanhecido

100 ml de caldo de carne

625 g de patinho moído duas vezes

1 cebola média em cubinhos

1 pimenta dedo-de-moça, sem sementes, em cubinhos

1 dente de alho picado

¼ de xícara (chá) de cebolinha fatiada

½ xícara (chá) de salsinha picada

Sal e pimenta-do-reino a gosto

Quanto baste de óleo vegetal para fritar (canola, milho, soja, etc.)

 

MODO DE PREPARO

1 - Umedeça o pão com o caldo de carne aquecido.
2 - Em uma travessa grande, junte todos os ingredientes e acrescente o pão umedecido.
3 - Faça bolas de aproximadamente 100 g cada e frite em óleo (por imersão).

4 - Escorra em um papel-toalha e sirva em seguida com os molhos de sua preferência.

 

PÃO COM LINGUIÇA (CHORIPAN)

 

INGREDIENTES – VINAGRETE

1 tomate grande picado

1 cebola grande picada (200 g)

1 colher (sopa) de vinagre de maçã

3 colheres (sopa) de azeite de oliva

1 sachê de tempero para salada

 

INGREDIENTES – CHIMICHURRI

1 dente de alho

½ xícara (chá) de salsa

½ colher (chá) de páprica picante

½ colher (sopa) de vinagre de maçã

3 colheres (sopa) de azeite de oliva

1 colher (chá) de pimenta-calabresa em flocos

 

INGREDIENTES – LANCHE

1 colher (sopa) de óleo

500 g de linguiça toscana separada em gomos

5 pães franceses cortados ao meio no sentido do comprimento

 

MODO DE PREPARO

1 - Para o vinagrete, coloque o tomate e a cebola em um mixer e bata no modo pulsar, rapidamente, até a cebola estar bem picada. Transfira para um tigela e junte o vinagre, o azeite e o sachê de tempero pronto. Misture tudo e reserve.

2 - Para o chimichurri, coloque o alho e a salsa para bater no mixer até a salsa ficar completamente picada. Transfira para uma tigela e junte a páprica, o vinagre, o azeite e a pimenta. Mexa bem para incorporar todos os sabores e reserve.

3 - Em uma chapa, coloque o óleo e aqueça em temperatura alta. Junte a linguiça e frite por 8 minutos, virando na metade do tempo. Retire do fogo, corte ao meio, no sentido do comprimento, e volte com a parte cortada para a chapa por mais 2 minutos ou até dourar. Retire do fogo e reserve.

4 - Disponha o pão em uma assadeira e leve ao forno a uma temperatura média (180ºC) por 1 minuto ou até aquecer e ficar levemente crocante.

5 - Para a montagem, pegue uma das metades do pão e coloque o chimichurri, a linguiça grelhada e o vinagrete. Depois, é só servir e saborear!

 

Hummm... que show de bola essas receitas! Gostou dessas opções para saborear em casa ou servir no seu comércio durante um jogo de futebol do Brasileirão Assaí 2021?

Então acompanhe tudo o que rola no campeonato no portal Assaí Dá Jogo! Nele, você encontra a tabela completa com os jogos da rodada, além de promoções, curiosidades e muita interatividade. Torça com a gente e saboreie todas essas delícias!

 

Você também pode
gostar de:

Compartilhe

Dicas para vender mais no seu comércio de alimentos

Saiba como vender mais ao aprimorar o seu negócio de alimentos com novas práticas!

 

O comércio de alimentos é um dos mais importantes para a economia global, pois envolve desde a cadeia de produção e parcerias com fornecedores até o contato com o consumidor final. 

Só em 2020, o faturamento da indústria de alimentos atingiu R$789,2 bilhões (segundo dados da Agência Brasil), com crescimento de 12,8% em relação ao ano anterior.

Além do aumento da demanda, também pudemos perceber uma mudança nos hábitos de compra e de consumo dos brasileiros, com orçamentos reduzidos e a compra virtual ainda mais presente.

E todo esse processo deve ser analisado e bem aproveitado por quem possui um comércio de alimentos e quer vender mais nesse novo cenário. Por isso, resolvemos trazer dicas práticas de como transformar o dia a dia dos negócios e chamar a atenção dos consumidores para o seu tipo de produto ou serviço! Acompanhe:

 

1 - COLOQUE NOVAS AÇÕES EM PRÁTICA

Depois de analisar as mudanças como um todo, é hora de colocar no papel as suas ideias e se planejar. Se você quer vender mais e busca uma retomada, seja financeira ou criativa, essa é a hora de sentar e reorganizar a sua estratégia comercial.

Estude fornecedores, analise a sua estrutura, investigue, faça pesquisas e procure a opinião de especialistas em mercado para entender o seu público e aonde você quer chegar. A partir disso, fica mais fácil traçar uma estratégia e colocar em prática o seu novo posicionamento. E isso é um gancho para a nossa próxima dica.

 

2 - MERGULHE NO UNIVERSO DIGITAL

O mercado digital tem se tornado um espaço cada vez mais rentável para muitos empreendedores. Isso porque as práticas no meio online exigem menos estrutura e mais estratégia. Ou seja, você consegue atingir o seu público/cliente/consumidor de maneira mais efetiva sem precisar de muitos recursos.

Desde novas formas de pagamento, como o PIX, até novos canais de relacionamento, como o Telegram, existem diversas maneiras de divulgar o seu negócio, atrair mais clientes e vender por meio do mercado digital. Tudo vai depender de muito estudo e da sua percepção de mercado, ativando a sua marca nas redes sociais e estando cada vez mais presente nesse universo.

 

3 - FORTALEÇA O RELACIONAMENTO COM O CONSUMIDOR

E já que as redes sociais são um ótimo canal para chegar até o seu cliente, aproveite para estabelecer um relacionamento de qualidade, dando a atenção que ele merece e criando um laço de fidelidade.

O remarketing (ou recompra) é um dos principais fatores de crescimento de um negócio, em que a sua marca permanece lembrada na mente do consumidor e se torna sinônimo de qualidade, referência e excelência.

Montar uma lista de clientes sólida e manter um contato constante com eles são ações que trazem estabilidade nas vendas, rendimento constante e maior possibilidade de investimento para o seu comércio de alimentos!

 

4 - INVISTA EM QUALIDADE

Seja na qualidade de atendimento ou na de insumos, é importante reinvestir sempre parte dos lucros no seu negócio. Essa é uma forma de garantir a expansão da sua empresa e pensar no seu futuro. Um estoque maior, uma equipe preparada ou equipamentos de alta performance são exemplos disso.

Cada vez mais, os consumidores ficarão mais exigentes e terão mais expectativa sobre o que você vende. Assim, você precisará inovar ou transformar o que você já faz em algo melhor.

E o primeiro passo para fazer isso é melhorar a qualidade, pensar no melhor custo-benefício para a sua empresa e refinar/polir a sua estratégia, como um cristal que, quanto mais lapidado, mais brilhante se torna.

 

5 - APRIMORE A SUA GESTÃO

Empreender no Brasil é um desafio ainda maior, por conta de diversos fatores, como economia, burocracia e competitividade. Logo, não tem como crescer e vender mais no seu empreendimento sem adquirir mais aprendizado e aperfeiçoamento constante.

Saber tudo sobre finanças, gestão, vendas, comportamento do consumidor, entre outros temas, é essencial para subir cada degrau na sua jornada. É aqui que entra aquela famosa frase: “conhecimento nunca é demais”. Fora que investir em si mesmo(a) é igual a investir no seu negócio: no final das contas, tudo é feito pensando no seu objetivo profissional, não é verdade?

Se você procura algo acessível e capaz de impulsionar a sua carreira, confira os cursos online da Academia Assaí Bons Negócios! São cursos livres, totalmente grátis, com material elaborado por grandes profissionais do mercado, capaz de auxiliar você no que for preciso. 

Além disso, após a conclusão, você ainda garante um certificado de especialização para a vida toda. Se você ainda não conhece os cursos da Academia Assaí, acesse o site e descubra hoje mesmo: www.academiaassai.com.br.

 

Aproveite também a Quinzena do Comerciante na loja Assaí Atacadista mais perto de você e garanta a economia diária para o seu negócio. São condições imperdíveis e ofertas selecionadas para ajudar nas suas vendas com a melhor qualidade e variedade.

Acompanhe mais dicas e conteúdos exclusivos aqui no Blog Assaí e siga-nos nas redes sociais para mais novidades em primeira mão!

 

Você também pode
gostar de:

Compartilhe

Ideias de negócios de alimentos para você começar a empreender

Quer trabalhar com alimentos? Confira algumas dicas de negócio para você investir e vender!

 

O comércio de alimentos no Brasil é um dos setores com maior índice de profissionais independentes, que começam a produzir (em sua maioria) em casa para vender aos amigos e familiares e de porta em porta até que o negócio cresça e se aprimore.

Porém, existem diversas especialidades para quem quer investir em um 

empreendimento de alimentos, em um modelo de vendas que pode ser por encomenda, com ponto físico ou comércio ambulante.

São vários perfis de negócio e também de público, que procura um serviço cada vez mais especializado e de qualidade para atender a todas as suas expectativas. 

O que vemos muito por aí são negócios familiares, que começam com uma receita de família ou uma ideia improvisada e, aos poucos, vão se tornando o sustento da casa. Outro cenário muito comum é o de profissionais que resolvem mudar de área e trocam de carreira para seguir um sonho ou vender alimentos.

Não importa de onde você vem ou aonde quer chegar: o que interessa é se dedicar e pesquisar sobre todas as possibilidades possíveis para você investir, fazer o que gosta e também oferecer algo de qualidade para os seus clientes.

 

Quer dicas de qual área seguir no setor de alimentos? Lá vão algumas sugestões:

  • Confeitaria: especialização em doces artesanais com preparação e decoração de bolos, tortas, biscoitos, sobremesas e doces finos.

  • Bares e lanchonetes: serviço de atendimento com local fixo e venda de lanches rápidos, petiscos, combos, porções e alimentos em geral para consumo imediato.

  • Restaurantes: serviço de buffet por quilo ou pratos à la carte, com atendimento em local fixo ou sistema de delivery em horário de almoço ou jantar.

  • Hot Dog: venda ambulante de lanches feitos na hora, na chapa, utilizando salsicha e diversos acompanhamentos. Pode trabalhar com delivery também.

  • Pizzaria: venda de pizzas e massas dos mais diversos sabores, com consumo e retirada no local ou entrega em domicílio.

  • Panificação: especialização em pães artesanais, massas e aperitivos com massa de fermentação natural. Pode trabalhar sob encomenda ou no sistema de padarias.

  • Marmitas: venda de refeições prontas, frescas ou congeladas, embaladas em marmitas prontas para o consumo. O sistema de delivery, nesse caso, é o mais comum.

  • Hamburgueria: venda de lanches rápidos com serviço de ambulante, ponto fixo ou delivery e produção artesanal de hambúrgueres de diversos tipos – e até no sistema de franquias em redes de fast food.

  • Salgados: venda de salgados artesanais para venda terceirizada, eventos, rede de padarias e aniversários, com foco em venda por quilo ou unidade.

  • Produtos naturais: serviço focado em artigos de produtos naturais, orgânicos, a granel, veganos, glúten free, etc.

  • Bebidas: venda de bebidas com loja de distribuição a pronta entrega ou retirada no local.

Viu só? Existem muitos modelos de negócios para quem quer trabalhar com alimentos – esses e muitos outros!

Se você planeja investir nessa área e se especializar em um setor, esperamos ter ajudado a clarear as suas ideias! Lembre-se de adquirir todos os ingredientes das suas receitas e a matéria-prima do seu empreendimento no Assaí Atacadista! 

Nossa parceria com comerciantes é grande: todo ano, fazemos um festival de preço baixo para quem vende alimentos e procura o melhor custo-benefício sempre. Continue navegando no Blog Assaí para mais conteúdos exclusivos! 

Você também pode
gostar de:

Compartilhe

Como identificar as zonas quentes no seu comércio de alimentos

Veja estas dicas de como melhorar o fluxo dentro do seu bazar ou minimercado e chamar mais atenção dos clientes!

Você trabalha com ponto de venda fixo ou possui um comércio de alimentos de autosserviço, como bazar, minimercado ou mercearia? Então vamos ajudá-lo(a) a gerar mais fluxo dentro do seu estabelecimento e a criar zonas quentes para atrair a atenção dos seus clientes!

 

O QUE SÃO ZONAS QUENTES?

Chamamos de zonas quentes os lugares do ponto de venda de maior fluxo e visibilidade, ou seja, onde os consumidores costumam ir com mais frequência para adquirir algum produto ou o local em que se sentem mais incentivados a comprar.

Isso serve tanto para a mercadoria em si quanto para a estratégia que você utiliza na hora de apresentar os alimentos. Sabemos que existem produtos que vendem mais do que outros, como pães, bebidas, produtos de geladeira, carnes, guloseimas, etc.

Contudo, você também pode potencializar a venda de algum item colocando-o em destaque, seja no balcão, com sinalização na loja, melhorando a iluminação ou deixando-o na ponta de gôndola. Assim, você irá criar um ponto focal – que segue o trajeto do cliente e termina em um foco de compra com destaque visual – e gerar uma zona quente no seu comércio de alimentos!

 

COMO LOCALIZAR AS ZONAS QUENTES

Se você ainda não sabe onde estão as zonas quentes do seu negócio, comece estudando o comportamento e os hábitos de compras dos seus clientes. Veja na sua lista ou no estoque os produtos que mais saem. Depois, localize-os dentro da sua loja e identifique a primeira zona quente.

Outra alternativa é perguntar aos seus consumidores quais são os locais da loja de que eles mais gostam, quais gôndolas eles mais visitam ou se eles têm sugestões de melhorias. 

Do mesmo jeito que existem as zonas quentes do ponto de venda, há também as zonas frias, que são os locais menos visitados e com produtos teoricamente “menos desejados”, como itens de limpeza, higiene ou casa e jardim, por exemplo.

Para atrair esses consumidores para determinados locais do PDV (ponto de venda), temos algumas dicas que podem ajudar a estimular o fluxo no seu negócio e gerar boas zonas quentes:

 

  • Melhore a sinalização da sua loja. Indique onde estão as seções do seu comércio de alimentos para que o cliente possa comprar com mais fluidez.

  • Indique promoções e elabore materiais de merchandising para chamar bastante atenção.

  • Melhore a iluminação da loja, principalmente nos locais de menor movimento.

  • Mantenha as gôndolas sempre organizadas, com reposição de produtos em dia.

  • Use datas comemorativas para evidenciar os produtos que tenham a ver com o período (como estratégia de venda).

  • Elabore promoções com “Leve 2, Pague 1” ou combos com “Leve 1 e ganhe 1 brinde”.

  • Cuide sempre da higiene e da limpeza do local para que os clientes tenham vontade de comprar no seu estabelecimento.

  • Instale equipamentos de segurança, como câmeras e alarmes, para proteger tanto a sua loja quanto os seus clientes.

 

Dessa forma, você conseguirá focar mais o conforto e a comodidade de quem compra no seu comércio e estimular ainda mais as vendas de alimentos dentro do ponto de venda.

Gostou das dicas de negócio? Estamos sempre trazendo novidades e conteúdos interessantes por aqui para facilitar o dia a dia na sua casa e também no seu comércio! Continue navegando para saber mais e acompanhe o Assaí Atacadista em todas as redes oficiais. Até a próxima!

Você também pode
gostar de:

Subscrever RSS - comércio de alimentos