Conteúdo principal

alimentação

Compartilhe

Conheça os benefícios da vitamina D, a “vitamina do sol”

A vitamina D é um nutriente essencial para nosso organismo, ajudando na prevenção de problemas como doenças cardiovasculares, doenças ósseas e transtornos mentais

A vitamina D também é conhecida como a “vitamina do sol”, isso porque os raios solares são a principal fonte para o corpo. Para receber as doses diárias ideais desse nutriente, o recomendado é ficar exposto ao sol por entre 15 e 20 minutos todos os dias, de preferência, com braços e pernas descobertos. Então aproveite aquele sol que bate em sua janela. E nada de se esquecer de usar o protetor solar. 

BENEFÍCIOS DA VITAMINA D PARA A SAÚDE 

Essa vitamina é essencial para diversas células do nosso corpo, principalmente aquelas que formam o sistema cardiovascular. Além disso, ela também é responsável por manter os ossos mais saudáveis, pois atua diretamente na absorção de cálcio pelo organismo. A dose diária recomendada de vitamina D ajuda na prevenção de diversos problemas de saúde, como: 

  • Gripes e resfriados

  • Transtornos mentais, como a depressão

  • Doenças cardíacas

  • Diabetes

  • Doenças autoimunes

  • Câncer

OS ALIMENTOS TAMBÉM PODEM SER UMA FONTE DE VITAMINA D 

Alguns alimentos de origem animal também contêm esse nutriente. Os vegetais não são considerados boas fontes de vitamina D, por não conseguirem sintetizá-la tão bem quanto os animais. Entre os alimentos que são fontes de vitamina D, estão: salmão, atum, ovo, queijo cheddar, carne bovina, fígado, leite, iogurte, cogumelos e óleo de fígado de bacalhau. 

Os alimentos, porém, são apenas um complemento para quem não consegue tomar sol diariamente pelo tempo recomendado. Os raios solares são responsáveis por cerca de 90% da quantidade de vitamina D que uma pessoa adulta precisa por dia. Lembre também que os raios do sol precisam incidir diretamente sobre sua pele. 

 

CUIDADOS COM OS SUPLEMENTOS DE VITAMINA D 

Algumas pessoas optam por tomar suplementos de vitamina D para conseguir sanar o problema de não tomar sol diariamente. Apesar disso, essa é uma prática que deve ser feita com acompanhamento médico. O excesso desse nutriente pode ser muito prejudicial para a sua saúde. Caso você tome o suplemento de vitamina D para além das doses recomendadas, seu corpo pode começar a aumentar os níveis de cálcio no sangue. Esse aumento repentino leva à calcificação de diversos tecidos do organismo, principalmente os dos rins, que, com o tempo, podem até mesmo deixar de funcionar. 

Viu como a vitamina D, assim como tomar sol, é essencial para a sua saúde? Fique de olho no Blog Assaí para estar por dentro das melhores dicas e novidades para o seu dia a dia e o seu bem-estar!

 

Você também pode
gostar de:

Compartilhe

Conheça a variedade da alimentação com vegetais

Saiba mais sobre os benefícios de consumir vegetais na alimentação

Uma alimentação com vegetais traz diversos benefícios ao organismo e também influencia no estilo de vida de quem consome. Além de estar ligado a nutrientes e à variedade de receitas, o consumo de frutas, verduras e legumes pode ser mais econômico e saudável.

As verduras são vendidas por unidade ou quilo, com preços muito acessíveis se comparados aos de outros alimentos, como carnes, enlatados e comidas prontas congeladas.

No Brasil, o consumo de vegetais aumentou tanto pela economia quanto pelos hábitos alimentares das pessoas. Segundo dados do Ministério da Saúde (2017), um em cada três brasileiros consome vegetais diariamente.

Isso porque esses alimentos são muito versáteis e podem ser utilizados em inúmeras receitas no dia a dia, aumentando a variedade tanto em sabor quanto em nutrição, com hortaliças, leguminosas, tubérculos e etc.

Muitas pessoas adotam a dieta à base de vegetais como um estilo de vida, desenvolvendo um paladar vegetariano ou a filosofia vegana, por exemplo.

O vegetarianismo é uma alimentação linear à base de produtos de origem vegetal, com restrição à carne animal. E existem diferentes variações dele, aumentando o nível de restrição alimentar focada no consumo exclusivo de produtos de origem vegetal.

Confira as principais delas:

Ovolactovegetarianos

Trata-se de uma dieta menos restritiva, em que se pode ingerir alimentos que tenham leite e ovos, mas sem consumir carne.

Lactovegetarianos

Além de não comerem carne animal ou nenhum produto derivado, os lactovegetarianos também não consomem ovos, que são fontes de proteína animal. O consumo de leite e derivados é permitido, como queijos, manteiga e outros alimentos.

Vegetarianos estritos

Os vegetarianos estritos não consomem nem carne nem leite e ovos, somente proteína vegetal e fontes vegetais, como grãos, sementes, folhas, frutos, raízes, verduras, legumes, etc.

Veganos

O veganismo vai além de hábitos alimentares, pois envolve questões éticas e também relacionadas ao comportamento. Por isso, as pessoas veganas não consomem alimentos de origem animal nem produtos associados a animais ou que envolvem formas de exploração ou crueldade.

O(a) vegano(a) não usa roupas ou calçados de couro e seda ou cosméticos que sejam testados em animais, seja qual for o método.

Ainda assim, as receitas vegetarianas podem surpreender o paladar com um bom tempero e técnicas diferentes de preparo. Já existem no mercado diversos alimentos em versões vegetarianas ou veganas para atender a esses clientes e oferecer novas opções de comidas, desde bacon vegano a salsichas e hambúrgueres, tudo feito a partir de proteína vegetal e com muito sabor!

Que tal aprender uma receita de hambúrguer vegetariano bem simples e deliciosa? Acompanhe a seguir:

 

HAMBÚRGUER DE LENTILHA

 

INGREDIENTES

180 g de lentilhas cozidas

2 colheres de sopa de azeite de oliva extravirgem

1 colher de chá de orégano

Folhas de sálvia fresca

1 xícara de farinha de rosca

Sal e pimenta-do-reino a gosto

 

MODO DE PREPARO

1 - Coloque as lentilhas na panela de pressão, cobertas por um dedo e meio de água, sem sal, com algumas folhas de sálvia, por aproximadamente 20 minutos depois de iniciar o barulho da pressão.

2 - Uma vez que as lentilhas estiverem cozidas, bata tudo no liquidificador, inclusive as folhas de sálvia, e adicione uma colher de chá de orégano, uma colher de sopa de azeite extravirgem, sal e pimenta a gosto.

3 - Bata todos os ingredientes e transfira a mistura para uma tigela. Vá adicionando, colher por colher, a farinha de rosca e mexa. Coloque o tanto de farinha necessário até que a mistura seja fácil de trabalhar com as mãos.

4 - Forre uma assadeira com papel-manteiga, forme os hambúrgueres com as mãos e asse-os em um forno a 180°C por 20 minutos.

5 – Depois, é só montar seu hambúrguer de acordo com a sua preferência e saborear.

 

Você também gosta de receitas como essa?

Continue acompanhando tudo sobre receitas, dicas e bem-estar no Blog Assaí e até a próxima leitura!

Você também pode
gostar de:

Subscrever RSS - alimentação