Compartilhe

Sorvete está presente na nossa história há mais de 4 mil anos

Para comemorar o Dia do Sorvete, o Blog Assaí Bons Negócios pesquisou a fundo todas as histórias sobre uma das mais famosas sobremesas do mundo

Até hoje, a origem exata da criação do sorvete é muito incerta. Alguns relatos históricos apontam os chineses como precursores dessa famosa sobremesa. Segundo algumas pesquisas, há mais de 4 mil anos, na China, costumava-se preparar uma pasta de leite de arroz misturada à neve. Essa mistura, atualmente, lembra a mesma textura da raspadinha que conhecemos.

Rapidamente, a técnica se espalhou por outras partes do mundo. Um dos mais icônicos viajantes e exploradores venezianos, Marco Polo, foi o responsável por propagar essa primeira versão do sorvete na parte ocidental da Itália.

Culto ao gelado

Naquela época, o sorvete era muito apreciado. Além dos chineses, gregos e romanos se deliciavam com a sobremesa. Eles utilizavam nata, mel, frutas e especiarias secas para dar sabor à neve e serviam como opção de prato doce para a elite da sociedade. Um dos maiores problemas era a execução da receita. Como o principal ingrediente de base da massa era a neve, vinda das montanhas, foi necessário pensar em formas de estoque da matéria-prima.

Para manter a reserva desse gelo, eram feitos buracos na terra, revestidos de madeira. A neve era comprimida e coberta por palha, o que conservava as baixas temperaturas por mais tempo. O imperador romano Nero era um apreciador do sorvete. O governante mandava seus escravos buscarem neve nas montanhas para misturar com mel, polpa de frutas ou sucos.

Com a decadência da cultura antiga, perdeu-se o culto aos sabores gelados e, principalmente, ao sorvete. A sobremesa ainda era uma opção restrita apenas à realeza da época.

Segredo de Estado

Foi na Idade Média, com os avanços das técnicas de fabricação de gelo artificial, que o sorvete voltou ao auge. Confeiteiros da Sicília foram os responsáveis por adaptar a receita, o que deu à região o estatuto de "Pátria do Sorvete de Consumo". A novidade difundiu-se entre a realeza e a aristocracia italianas, que adotaram os gelados de frutas como um prato de luxo, cujo preparo era considerado uma sofisticada arte. Quem elaborava, mantinha suas técnicas como um segredo a sete chaves.

Um típico viajante

Em 1533, a princesa Catarina de Médici casou-se com o herdeiro do trono francês, Henrique II. Foi nesse período que a sobremesa chegou à França. A família da princesa levou um sorveteiro de Veneza para a corte francesa e, entre as novidades trazidas da Itália para o banquete de casamento, estavam os sorvetes, que encantaram toda a corte. Já em 1630, a novidade chegou aos pratos ingleses, com a união da neta de Catarina de Médici com Carlos I da Inglaterra.

Somente em 1686 o sorvete tornou-se acessível ao grande público francês, quando o siciliano Francesco Procópio dei Coltelli inaugurou, em Paris, o Café Le Procope. A primeira cafeteria e sorveteria da cidade que, inclusive, funciona até hoje. Na época, oferecia 80 variedades, produzidas com uma máquina inventada por Procópio, que homogeneizava os ingredientes e gerava um sorvete muito similar ao que se conhece hoje. A partir de então, os sorvetes se espalharam por toda a Europa.

A primeira sorveteria da Inglaterra foi aberta em 1757, na Berkeley Square, em Londres. No final do século XVIII, os sorvetes cremosos já haviam saído da elite e chegado a todas as camadas sociais.

Sabores brasileiros

Historiadores relatam que o sorvete tem um papel muito importante na história do Brasil, por ser considerado um dos fatores que motivaram a libertação feminina. Antigamente, bares e confeitarias eram frequentados única e exclusivamente por homens, mas, com a chegada dos sorvetes, as mulheres somaram forças para executarem seus “primeiros atos de rebeldia”: tomar sorvete!

Os sorvetes brasileiros ganharam um toque tropical, sendo produzidos com carambola, pitanga (o predileto do Imperador D. Pedro II), jabuticaba, manga, caju e coco. Na época, não havia como conservar o sorvete gelado, por isso, ele tinha que ser consumido logo após seu preparo. As sorveterias, então, anunciavam a hora certa para tomá-lo.

No interior do Brasil, durante muito tempo, o sorvete foi ignorado. O sertanejo se recusava a tomá-lo por ser frio demais, suspeitando que ele desequilibrava o calor interno do corpo.

Para incentivar o consumo de sorvete no Brasil durante todo o ano, e não apenas no verão, como era hábito no país, a Associação Brasileira das Indústrias e do Setor de Sorvetes (ABIS) instituiu, desde 2003, o dia 23 de setembro como o Dia Nacional do Sorvete.

Hora da receita!

Para comemorar a data, que tal aprender uma receita prática e saborosa de sorvete? Confira:

Sorvete de Chocolate

Ingredientes

1 lata de leite condensado (395g);

1 e ¼ de xícara de chá de leite (300ml);

3 gemas de ovos;

2 xícaras de chá de chocolate meio amargo picado (250g);

1 caixinha de creme de leite (200g);

3 claras de ovos;

2 colheres de sopa de açúcar (25g);

1 xícara de chá de pé de moleque picado (120g).

Modo de Preparo

  1. Em uma panela, coloque 1 lata de leite condensado, 1 e ¼ de xícara de chá de leite e 3 gemas de ovos e leve ao fogo bem baixo, mexendo por +/- 15 minutos;
  2. Apague o fogo e junte 250g de chocolate meio amargo picado, misture bem até derreter o chocolate, adicione 1 caixinha de creme de leite e deixe esfriar;
  3. Coloque em uma batedeira 3 claras de ovos e bata até ficar em ponto de neve;
  4. Incorpore 2 colheres de sopa de açúcar e bata mais um pouco;
  5. Desligue a batedeira e misture delicadamente o conteúdo no creme de chocolate já frio;
  6. Transfira a mistura para uma fôrma de bolo inglês forrada com saco plástico.
  7. Salpique 1 xícara de chá de pé de moleque picado e leve ao freezer por +/- 4 horas.
  8. Agora é só servir!

Você também pode
gostar de:

decoração de natal em uma mesa e arvore de natal - assaí atacadista

Decoração de Natal: 3 ideias criativas para sua casa

Inove na decoração de Natal da sua casa com estas dicas do Assaí!

empreendedor homem branco com touca de natal trabalhando - natal e ano novo no assaí atacadista

4 ações de Natal para pequenos negócios lucrarem

Descubra como aproveitar o Natal e alavancar as vendas do seu comércio!

pessoa organizando a agenda para o fim de ano - Assaí Atacadista

Final de ano chegando: veja como se preparar!

O final de ano chegou! Saiba como preparar sua casa com as dicas do Assaí!