Compartilhe

Conheça soluções para evitar o desperdício de merenda escolar

O desperdício de alimentos faz parte da realidade de muitos países, fato que se torna ainda mais assustador quando observamos o número de pessoas que passam fome no mundo. No ano de 2012, segundo relatório divulgado pela ONU, uma em cada oito pessoas no mundo sofriam de fome.

A partir desses dados, o alerta é que todas as instituições e indivíduos tomem consciência e, diante dessas questões, saibam encontrar as melhores práticas para evitar o desperdício. A começar pelas escolas, por exemplo, que participam no processo de formação de cidadãos.

Diariamente oferecendo almoços e merendas às crianças, com refeições que devem seguir altos parâmetros de qualidade e nutrição, as escolas devem servir quantidades adequadas para que nenhum alimento vá para o lixo. Cada criança come uma porção distinta e querer padronizar o prato pode resultar em muito desperdício. O ideal é preparar os pratos de acordo com a idade da criança.

Um nutricionista pode auxiliar neste processo, indicando as quantidades adequadas. O próximo passo é observar como as crianças reagem – se ainda houver sobras, talvez seja necessário diminuir um pouco mais; se as crianças estiverem com fome, uma solução pode ser indicar que estes pequenos repitam a refeição.

Além disso, ao preparar as refeições o profissional deve estar atento e ser devidamente treinado para evitar sobras. É Importante separar somente o volume de alimento que será, de fato, servido, e não preparar grandes panelas de comida, sendo que boa parte nem chegará a ser oferecida.

Desde o preparo até o momento final, em que todos já foram servidos, os restos de alimentos, como cascas e talos de verduras, podem ser aproveitados como adubo para uma horta escolar.

Com alguns alimentos dá para fazer outras coisas, como é o caso do arroz, que pode ser reaproveitado em forma de bolinho (mas para ter certeza sobre quais alimentos permitem este tipo de preparo, é importante conversar com um profissional especializado). As cascas de frutas podem render doces e bolos, entre outros pratos apetitosos.

O importante é instruir desde cedo as crianças para que cada uma tenha a consciência da realidade mundial e a forma correta de preparar e aproveitar os alimentos. Professores e outras autoridades escolares devem buscar meios interessantes de passar esses valores aos pequenos, através de brincadeiras, atividades e matérias que tornem o aprendizado interessante. Ensinar para eles maneiras diferentes de reaproveitar os alimentos também é uma boa dica. Pais e familiares podem ajudar com ideias de receitas especiais.

A instituição deve procurar pelas ações que ocasionam os desperdícios e eliminá-las da rotina, tanto dos funcionários quanto de alunos. Os próprios alunos podem auxiliar no processo de repensar as práticas, aprendendo e repassando essas ideias.

Você também pode
gostar de:

pessoas diversas brindando com bebidas diferentes - bebidas e comidas que combinam - assaí atacadista

Encontro de sabores - bebidas e comidas que combinam perfeitamente

Vamos contar quais são as bebidas e comidas que combinam, ajudando você a aproveitar melhor as refeições!  

mulher preta e mulher asiática preparando uma receita de salada felizes na cozinha - Assaí Atacadista

Receita de salada: 3 opções coloridas e saudáveis

Veja como fazer uma receita de salada e melhore sua alimentação

mesa com pizza e temperos - abrir uma pizzaria - Assaí Atacadista

Dicas fascinantes para abrir uma pizzaria economizando

Aprenda como abrir uma pizzaria e tenha o seu próprio negócio alimentício!  

Fornecedores do Assaí.

Empresas e indústrias de confiança com produtos de qualidade!