Compartilhe

Certificação garante segurança dos alimentos

Comer fora de casa já é um hábito entre os brasileiros. Seja para refeições rápidas, como um lanche ou para a hora do almoço e jantar. E quem tem restaurante ou lanchonete já sabe, esse público está cada vez mais exigente. E uma das exigências fundamentais é a segurança desses alimentos. A norma ABNT NBR 15635:2008 traz os requisitos de boas práticas higiênico-sanitárias e controles operacionais essenciais para as empresas. Ter essa certificação garante segurança não apenas para o consumidor, mas também para o empresário. A norma especifica os requisitos de boas práticas e dos controles operacionais essenciais a serem seguidos por estabelecimentos que desejam comprovar e documentar que produzem alimentos em condições higiênico-sanitárias adequadas para o consumo.

A norma é destinada para as organizações que trabalham com alimentos prontos para o consumo. Atende melhor às micro e pequenas empresas de alimentos que ainda não utilizam uma ferramenta de segurança e precisam entrar nesse universo, qualificar e certificar seu serviço. Ao implantar as boas práticas, o empresário, além de garantir a produção do alimento com segurança, reduzirá as perdas de matérias-primas e irá favorecer uma melhor organização interna do estabelecimento, resultando em maior produtividade para o negócio.

Já a ABNT 15033:2004 explica a competência dos trabalhadores que exercem atividades em restaurantes, como cozinheiros, garçons, pizzaiolos, entre outros. A capacitação constante desses profissionais também é importante para o cumprimento das boas práticas de manipulação em todas as etapas das atividades relacionadas aos alimentos.

Ao atenderem os requisitos das normas de competência para serviços de alimentação, os profissionais podem solicitar uma certificação. Primeiramente, o empresário deve adquirir as normas técnicas formuladas pela ABNT. Essas regras permitem a certificação em âmbito nacional. O atestado dessas competências possui reconhecimento nacional e contribui para facilitar o engajamento do profissional no mercado de trabalho. O Sebrae e a Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) formaram um convênio que possibilita para as micro e pequenas empresas a aquisição de normas técnicas brasileiras por um terço do preço de mercado. O segundo passo é a adequação dos serviços de alimentação às normas técnicas. Um consultor do Sebrae pode orientar sobre os procedimentos e registros que devem ser modificados ou introduzidos para atender aos padrões da normas técnicas da ABNT.

A terceira etapa é a empresa ser auditada por um órgão de certificação acreditado pelo Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro). Essas entidades são responsáveis por realizar os procedimentos de avaliação da conformidade dos produtos, serviços e sistemas das empresas às normas e aos regulamentos técnicos e conferir o selo de certificação. A lista dos órgãos de certificação acreditados é encontrada no site do Inmetro. O Sebrae possui uma parceria com o Instituto Inmetro para apoiar os pequenos negócios no acesso aos serviços de certificação. O programa Bônus Certificação subsidia até 90% dos custos da certificação, incluindo auditorias e ensaios.

Você também pode
gostar de:

mesa com pequenos potes de molhos para batata frita - Assaí Atacadista

Molhos para batata frita: aprenda receitas de lamber os dedos!

Saboreie novos molhos para batata frita e deixe a hora do lanche ainda mais gostosa!  

lupa com hamburguer com um mapa mundial no fundo - hamburgueres exóticos - Assaí Atacadista

Hambúrgueres exóticos - uma jornada gastronômica ao redor do mundo

Descubra quais são os hambúrgueres exóticos ao redor do mundo!

fundo vermelho com fita métrica relógio e prato de comida - receitas rápidas - Assaí Atacadista

4 receitas rápidas e saudáveis para comer no dia a dia

Economize tempo preparando estas receitas rápidas para comer!  

Fornecedores do Assaí.

Empresas e indústrias de confiança com produtos de qualidade!