Conteúdo principal
Compartilhe

Jovens empreendedores crescem no mercado

Pouco a pouco, o Brasil investe em ações universitárias para incentivar jovens empreendedores


As novas gerações de estudantes estão cada vez mais entusiasmadas para construir o próprio negócio. E as universidades são as principais incubadoras de ideias e de jovens empreendedores em todo o mundo.

Nos Estados Unidos, por exemplo, o Massachusetts Institute of Technology (MIT) ofereceu 60 cursos relacionados a empreendedorismo entre 2014 e 2015. Como resultado dessa aposta de longo prazo, 30.000 empresas fundadas por ex-alunos do MIT estavam ativas no mercado em 2014.

Essa experiência compõe a quarta edição da pesquisa “Empreendedorismo nas Universidades Brasileiras”, realizada pela Endeavor e pelo Sebrae em 2016. No levantamento, foram entrevistados 2230 alunos e 680 professores, pertencentes a mais de 70 instituições de ensino superior pelo país.

A pesquisa revela, ainda, que um a cada quatro universitários brasileiros tem ou quer ter um negócio. São 5,7% de jovens empreendedores que já possuem um empreendimento e 21% que pensam em empreender no futuro.

Segundo a pesquisa, as universidades no Brasil pouco a pouco estão se familiarizando com a temática de empreendedorismo dentro da sala de aula. O universo, ainda segundo a pesquisa, é ideal para o estímulo de ideias inovadoras para o mercado e a economia.

Além das faculdades, cases de jovens empreendedores também inspiram os universitários. E a temática, cada vez mais, torna-se presente no cotidiano dos alunos. O levantamento da Endeavor revelou que 60,2% dos alunos já tiveram alguma experiência com empreendedorismo, seja diretamente, trabalhando em uma empresa ou apenas na teoria, com alguma disciplina relacionada.

O mundo empreendedor é um motivador para jovens empreendedores. O aluno que está mais próximo de experiências e está mais inserido no ecossistema de negócios tende a motivar-se mais a abrir seu próprio negócio.

Os principais desafios dos jovens empreendedores

Entre os jovens empreendedores que participaram do levantamento, das dez categorias listadas como fator de desafio durante a trajetória de prática, 22% pontuaram que o acesso a crédito e/ou investimento seja a maior dificuldade, seguido de gestão de pessoas (18%), gestão financeira (17%) e inovação (17%).

Os gurus 

Haver um ambiente preparado para auxiliar e acompanhar os jovens empreendedores se faz cada vez mais necessário. Com isso, a mentoria é uma ferramenta eficaz para as primeiras etapas do empreendimento.  A figura do mentor durante o processo, segundo a pesquisa, foi fundamental para o sucesso do negócio de jovens empreendedores. Dos entrevistados, 60% dos estudantes que já possuem um negócio também têm mentores. 

O incentivo universitário

Mesmo com baixo índice de investimento em atividades extracurriculares voltadas à temática, as universidades brasileiras pouco a pouco incluem a discussão no dia a dia dos acadêmicos.

A pesquisa mapeou que 44% dos professores afirmam que elas são distribuídas de maneira uniforme durante o curso. Segundo eles, é uma estratégia curricular com mais potencial de gerar impacto sobre os alunos. Assim, eles terão mais tempo para se preparar e absorver conhecimento e prática.

Você também pode
gostar de:

Dicas para controlar as despesas no começo de ano

É importante prever alguns gastos no começo de ano e controlar o orçamento já nos primeiros meses

Como manter as crianças com atividades de férias em casa

Veja como entreter os pequenos para aproveitar ainda mais as férias em casa

Como melhorar a prática de exercícios no dia a dia

Mesmo em casa ou na ida para o trabalho, é possível aumentar a prática de exercícios