Compartilhe

Patrimônio mundial: destinos brasileiros listados pela UNESCO

O Blog Assaí separou um roteiro especial pelo Brasil desbravando cidades que compõem a lista da Convenção do Patrimônio Mundial

Entre outubro e novembro de 1972, a Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO) organizou uma conferência em Paris para propor a criação de um programa que visasse promover e proteger o patrimônio mundial, natural e cultural das ações do tempo e das degradações causadas pelo desenvolvimento social e econômico ao redor do mundo.

Nascia ali a Convenção Para a Proteção do Patrimônio Mundial, Cultural e Natural. O documento defende que há lugares do planeta Terra que possuem valor universal e excepcional e devem, por isso, fazer parte do patrimônio comum da humanidade.

Desde a criação da Convenção do Patrimônio Mundial – como ficou conhecida – a UNESCO indicou 1.007 locais à lista, entre sítios culturais e naturais em todo o mundo. Depois de listados, os patrimônios têm direito a um monitoramento constante no que se refere aos efeitos que a mudança climática, a urbanização acelerada, o turismo em massa e outros aspectos podem causar aos cenários escolhidos. A organização também promove ações de colaboração com os governos para encontrar maneiras eficazes de preservar e proteger os patrimônios.

No Brasil, são dezenove locais inscritos na seleção do Patrimônio Mundial. A primeira inclusão entre tesouros nacionais foi a da cidade histórica mineira de Ouro Preto, em 1980. Já a nomeação mais recente foi a do Sítio Arqueológico Cais do Volongo, na capital fluminense, em 2017. Alguns estados que contam com unidades do Assaí Atacadista (Distrito Federal, Bahia, Piauí e Rio de Janeiro) possuem patrimônios históricos escolhidos pela UNESCO. Preparamos um roteiro por alguns dos destinos que têm a honra de representar o país.

Patrimônio Mundial | Plano Piloto de Brasília

Quando o urbanista Lúcio Costa buscou inspiração no sinal da cruz para desenvolver o plano piloto da nova capital do Brasil, certamente já sabia da importância que aquele projeto teria para o país, mas, provavelmente, não imaginava que um dia sua criação se tornaria patrimônio histórico da humanidade. O projeto, desenvolvido em parceria com Oscar Niemeyer, começou a ser elaborado em 1956 e ganhou vida em abril de 1960, quando o presidente Juscelino Kubitschek inaugurou a cidade de Brasília.

Criada do zero, onde antes nada existia, a terceira capital do Brasil (depois de Salvador e Rio de Janeiro) foi incluída na lista da UNESCO em dezembro de 1987, graças ao seu projeto moderno, único e singular, que privilegia a arquitetura e permite que todos os elementos estejam em plena harmonia com o design geral da cidade. Entre os pontos turísticos que compõem o inconfundível cenário da capital federal, estão a Catedral de Brasília, a Praça dos Três Poderes, o Palácio do Planalto e o Memorial JK, todos projetados por Oscar Niemeyer.

Patrimônio Mundial | Centro Histórico de Salvador

 Primeira capital colonial do Brasil, Salvador é inegavelmente um pedaço fundamental da história do país e não poderia estar de fora da lista de patrimônios culturais. Com monumentos, prédios coloridos e calçadas que remontam a todo o processo de construção da cidade, desde o século XVI, o Centro Histórico de Salvador foi incluído na Convenção do Patrimônio Mundial em 1985. Desde então, a região foi revitalizada e teve várias de suas construções restauradas. Hoje, após as mudanças e reformas, o Centro Histórico é destino turístico imprescindível da cidade e representa um ponto de intensa efervescência cultural.

Situado entre a Cidade Alta e a Cidade Baixa de Salvador, o Centro Histórico é composto por bairros como o tradicional Pelourinho, o Largo do São Francisco e a Sé. Famosa pelos conjuntos arquitetônicos religiosos, civis e militares, que mesclam os estilos renascentista e barroco, a região abriga construções como a Catedral de Salvador, a Igreja e o Convento de São Francisco, a Fundação Casa de Jorge Amado e o Elevador Lacerda, um dos mais famosos cartões-postais da cidade.

Patrimônio Mundial | Paisagens do Rio de Janeiro

 Em 2012, a UNESCO incluiu as paisagens cariocas – entre montanhas e mar – em sua seleção de patrimônios históricos. Os contornos do Parque Nacional da Tijuca, que levam até o mar, e todo o cenário que acompanha o trajeto, incluindo o espetacular Jardim Botânico, o inconfundível Pão de Açúcar, a famosa estátua do Cristo Redentor e a estonteante Baía de Guanabara, rodeada por morros, não poderiam ficar de fora da lista que homenageia e protege os destinos mais importantes e significativos do planeta.

A combinação entre mar, montanha e cidade faz do Rio de Janeiro uma cidade única, cujo contexto geográfico contribuiu especialmente para uma cultura que privilegia a vida ao ar livre e garante inspiração artística a seus moradores e a quem quer que visite a tão querida Cidade Maravilhosa. Além dos pontos turísticos clássicos, um roteiro pela capital fluminense não pode deixar de passar pelo novo Museu do Amanhã, pelo Parque Lage e pelo Forte de Copacabana.

Patrimônio Mundial | Parque da Serra da Capivara

 O impressionante conjunto de vales e chapadas que compõem o terreno do Parque Nacional da Serra da Capivara (situado entre a região sudeste e sudoeste do Piauí) já mereceria, por si só, a inclusão na lista de patrimônios da UNESCO. Mas, além das paisagens, que mesclam momentos de vegetação exuberante com períodos de seca, em que as formações rochosas se destacam, a região abriga uma gigantesca concentração de sítios arqueológicos, decorados com gravuras e pinturas rupestres de mais de 25 mil anos. Os registros representam um expressivo vestígio do cotidiano pré-histórico de uma das ocupações humanas mais antigas da América Latina.

Inscrito na Convenção do Patrimônio Mundial em 1991, o Parque se estende por uma área de mais de 900km², com um relevo acidentado. Situado em uma região de clima semiárido, a atração alterna períodos de chuva e seca, mas pode ser visitada durante o ano inteiro. Além dos 183 sítios arqueológicos abertos para visitação e da paisagem formada pelo conjunto de quatro serras e diversos monumentos geológicos, ainda é possível aproveitar o terreno acidentado do Parque para atividades mais radicais, como rapel, trilhas de bicicleta e caminhadas na caatinga.

Maravilhas brasileiras

 Entre os mais de mil patrimônios listados pela UNESCO em sua convenção, 21 são brasileiros. Saiba quais são e quando foram incluídos na seleção:

PATRIMÔNIO CULTURAL

1980 – Cidade Histórica de Ouro Preto (MG)

1982 – Centro Histórico de Olinda (PE)

1983 – Missões Jesuíticas Guarani e Ruínas de São Miguel das Missões (RS e Argentina)

1985 – Centro Histórico de Salvador (BA)

1985 – Santuário do Senhor Bom Jesus de Matosinhos e Congonhas do Campo (MG)

1987 – Plano Piloto de Brasília (DF)

1991 – Parque Nacional Serra da Capivara e São Raimundo Nonato (PI)

1997 – Centro Histórico de São Luís (MA)

1999 – Centro Histórico da Cidade de Diamantina (MG)

2001 – Centro Histórico da Cidade de Goiás (GO)

2010 – Praça de São Francisco, na cidade de São Cristóvão (SE)

2012 – Rio de Janeiro - paisagens cariocas, entre montanhas e mar (RJ)

2016 – Conjunto Moderno da Pampulha (MG)

2017 – Sítio Arqueológico e Cais do Valongo (RJ)

PATRIMÔNIO NATURAL

1986 – Parque Nacional do Iguaçu, em Foz do Iguaçu (PR e Argentina)

1999 – Mata Atlântica – Reservas do Sudeste (SP e PR)

1999 – Costa do Descobrimento – Reservas da Mata Atlântica (BA e ES)

2000 – Complexo de Áreas Protegidas da Amazônia Central (AM)

2000 – Complexo de Áreas Protegidas do Pantanal (MT e MS)

2001 – Áreas protegidas do Cerrado, da Chapada dos Veadeiros e do Parque Nacional das Emas (GO)

2001 – Ilhas Atlânticas Brasileiras – Reservas de Fernando de Noronha e do Atol das Rocas

 

Curtiu o conteúdo especial do Blog Assaí sobre os patrimônios mundiais localizados no Brasil? Então compartilhe a dica de turismo com seus amigos e familiares. Estar com você em todos os momentos. Esse é o nosso negócio!

Você também pode
gostar de:

pessoas diversas brindando com bebidas diferentes - bebidas e comidas que combinam - assaí atacadista

Encontro de sabores - bebidas e comidas que combinam perfeitamente

Vamos contar quais são as bebidas e comidas que combinam, ajudando você a aproveitar melhor as refeições!  

mulher preta e mulher asiática preparando uma receita de salada felizes na cozinha - Assaí Atacadista

Receita de salada: 3 opções coloridas e saudáveis

Veja como fazer uma receita de salada e melhore sua alimentação

mesa com pizza e temperos - abrir uma pizzaria - Assaí Atacadista

Dicas fascinantes para abrir uma pizzaria economizando

Aprenda como abrir uma pizzaria e tenha o seu próprio negócio alimentício!  

Fornecedores do Assaí.

Empresas e indústrias de confiança com produtos de qualidade!