Diversidade, no GPA, é um assunto levado a sério e colocado em prática

Saiba como o grupo faz sua parte para aplicar a diversidade além do discurso

 O termo diversidade vem ganhando espaço e se tornando pauta permanente de empresas nacionais e internacionais. As diferenças estão, cada vez mais, presentes nos quadros de funcionários e essa multiplicidade no ambiente empresarial combina diferentes ideias, experiências e visões de mundo.

O Grupo Casino, controlador do GPA, das marcas Pão de Açúcar, Extra, Assaí Atacadista, Casas Bahia e Ponto Frio, lançou em 2015 uma carta de compromisso com a diversidade, na qual aponta a preocupação com o desenvolvimento contínuo dos colaboradores, o plano de carreira, a busca por uma heterogeneidade na equipe e o bem-estar como temas relevantes de sua estrutura interna.

Segundo o Relatório Anual e de Sustentabilidade, a empresa teve um crescimento na inclusão e diversidade por meio de engajamento dos colaboradores e pela política interna com o Código de Conduta Moral. O material garante a ética e o respeito à diversidade, sem discriminação de nenhuma natureza – raça, gênero, religião, orientação sexual, característica física, nacionalidade ou nível socioeconômico.

Diversidade - Interno

E não para por aí. Na matéria divulgada pelo portal Meio&Mensagem, a diretora de sustentabilidade do GPA, Laura Pires, explicou a principal preocupação na busca pela diversidade de pessoas. “O GPA acredita que a empresa precisa ser o reflexo de nossos clientes, que são diversos, pois só dessa maneira conseguimos entender a necessidade de nosso público e, por isso, precisamos ter colaboradores diversos”.

No meio de tanta diferença, o grupo busca a qualificação profissional de colaboradores acima de 55 anos, a integração de pessoas com deficiência, em parceria com a Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae), e por meio do programa pela Equidade de Gêneros, criado em 2014, analisa os indicadores sobre a presença feminina e promove uma série de ações de estímulo na participação de mulheres nos cargos de liderança da empresa.

A busca pela diversidade no ambiente de trabalho ultrapassa o discurso e integra a realidade das empresas que compõem o grupo. E, segundo Laura Pires, essa visão busca dar oportunidade de crescimento para os diversos perfis profissionais, além de alavancar o desempenho e a inovação econômica e social. Um forma de criar uma fonte de motivação e a atração de talentos.

Aos poucos a diversidade ganha espaço, abre as portas para a diferença dos perfis profissionais e garante a equidade para o ser humano como um todo.

A discussão do tema nas empresas é essencial não só em maio, que é o mês da diversidade, mas em todos os momentos do ano, com ações inclusivas e de respeito às diferenças. Dissemine essa ideia, compartilhe a importância da multiplicidade no ambiente empresarial e adote práticas de integração também na sua empresa.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.