Bebidas energéticas: um mercado vigoroso

O consumo de energéticos é o que mais cresce entre bebidas não alcoólicas no país. Dados da Associação Brasileira das Indústrias de Refrigerantes e Bebidas Não Alcoólicas (ABIR) apontam que as vendas de energéticos no Brasil tiveram um crescimento de 152% entre 2008 e 2011. Esse crescimento se manteve e em 2013, as vendas cresceram 12% em relação ao ano anterior.

Uma etapa importante desse crescimento do mercado foi sua expansão para diversas classes sociais e a diversificação da embalagem. Com o envase em garrafas pet, por exemplo, o produto chega mais barato às prateleiras e conquista novos públicos.

Uma marca que entendeu essa tendência do mercado e agora acompanha sua expansão é a Full Power. O rótulo do grupo Q Drinks tem ótimo desempenho, pois é consumido essencialmente pelo público jovem. A bebida tem excelente aceitação pelos esportistas, em especial os praticantes de esportes radicais como skate, automobilismo, motocross e surf.

As pessoas consomem energéticos atraídas por uma bebida não alcoólica com entrega funcional, ou seja, que traz benefícios à saúde, além das funções nutricionais. Nesse caso, os estudantes, por exemplo, em busca de mais disposição e concentração encontram no energético Full Power um grande aliado.

O Full Power também tem grande apelo para os frequentadores de casas noturnas, raves e eventos em geral, isso porque proporciona a energia que os jovens precisam para aguentar a noite toda.

Matéria Patrocinada: FullPower Energy

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.